sicnot

Perfil

Economia

Sindicalistas franceses prometem não desmobilizar até o governo não alterar projeto de lei

Sindicalistas franceses prometem não desmobilizar até o governo não alterar projeto de lei

Entre 20 a 30% das gasolineiras de França estão encerradas. Trata-se da oitava jornada de mobilização convocada pelos sindicatos desde março com o objetivo de exigir a retirada do projeto de lei, que os sindicalistas dizem colocar em causa os direitos dos trabalhadores.

  • Valls recusa retirar reforma laboral mas admite alterações
    0:51

    Mundo

    O primeiro-ministro francês, Manuel Valls, recusou hoje retirar a reforma laboral apesar dos protestos dos trabalhadores, contudo admite a possibilidade de introduzir alterações pontuais mas sem modificar a filosofia geral do texto. Numa entrevista televisiva, citada pelas agências de notícias internacionais, Valls considerou irresponsável a ação da Confederação Geral do Trabalho, que lidera o movimento contra o projeto de lei.

  • PM francês admite alterações à lei do trabalho ao 8º dia de protestos
    0:33

    Economia

    No oitavo dia de protestos contra as alterações à lei do trabalho em França, o primeiro- ministro Manuel Valls admitiu a possibilidade de serem feitas alterações à polémica lei. Aprovada no início do mês, a legislação tem gerado grande contestação. Por todo o país há bloqueios de autoestradas. Há refinarias e centrais nucleares fechadas e centenas de voos foram cancelados. Os sindicatos querem que o Governo volte atrás, alegando que o diploma retira direitos e salários, aumentando a precariedade.

  • Caixa multibanco assaltada em Portugal a cada dois dias
    2:43

    País

    O semanário Expresso conta que a mulher que morreu vítima de um disparo de agentes da PSP foi atingida pelas costas. O caso está a ser investigado pela PJ, que procura encaixar as peças da noite que acabou com uma morte inocente mas que começou com uma perseguição a um grupo de assaltantes de um multibanco. Assaltos que são cada vez mais comuns e que preocupam o Governo. A cada dois dias, uma caixa é assaltada.

  • Metro de Lisboa vai reduzir consumo de água

    País

    O Metro de Lisboa colocou em prática um programa para reduzir o consumo de água devido à situação de seca em Portugal, respondendo assim ao apelo do Ministério do Ambiente, segundo um comunicado divulgado este sábado.