sicnot

Perfil

Economia

Ex-gestores do BPN Crédito condenados a penas suspensas por burla e abuso de confiança

Um ex-presidente do BPN-Crédito e mais três ex-administradores foram hoje condenados a penas entre os dois e cinco anos de prisão, suspensas na sua execução, por concederem empréstimos irregulares de 21 milhões de euros e um desfalque de 3,5 milhões.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Jose Manuel Ribeiro / Reuters

O coletivo de juízes do Tribunal São João Novo, no Porto, interditou ainda os arguidos de exercerem atividade em bancos em Portugal e obrigou-os a ressarcir o banco do prejuízo causado, através do estabelecimento de um plano de pagamento.

"A concessão de empréstimos não era para enriquecimento pessoal, mas para o enriquecimento de terceiros que não foram arguidos no processo", salientou o juiz presidente.

Os arguidos, com idades entre os 47 e 51 anos, aprovaram créditos fraudulentos de 21 milhões de euros, valor já ressarcido ao banco.

O crédito, que tinha como finalidade a compra de carros, era usado "à revelia do banco" para financiar dirigentes e clubes de futebol da região Norte e negócios privados.

Os contratos, que referiam destinar-se a empréstimos para a aquisição de carros de luxo, eram fictícios, dado não haver qualquer compra.

Os créditos eram concedidos sem as garantias necessárias e com taxas de juro "irrisórias" para a época.

Em 2001, depois desta situação no BPN-Crédito, com sede no Porto, ter sido tornada pública, os arguidos demitiram-se.

Lusa

  • O processo BPN em números
    0:54

    Economia

    O processo do BPN já conta com milhares de documentos e centenas de horas e pessoas envolvidas. O caso começou a ser julgado há, precisamente, 5 anos e 5 meses. Até à data já se contabilizaram mais de 400 dias de sessões de tribunal e quase 700 de trabalho. As alegações finais começam amanhã.

  • Coreia do Norte lança novo míssil balístico

    Mundo

    O Pentágono detetou esta sexta-feira mais um lançamento de um míssil balístico por parte da Coreia do Norte. O primeiro-ministro japonês já confirmou o lançamento, que terá atingido a zona económica exclusiva, no Mar do Japão.

  • Menino perdido na Praia da Luz foi levado à GNR por turista
    1:11

    País

    Um menino inglês, de sete anos, esteve desaparecido na quinta-feira na Praia da Luz, no Algarve, depois de se ter perdido dos pais. A GNR colocou duas equipas de investigação no local, mas ao fim de uma hora e meia o rapaz apareceu na esquadra de Lagos acompanhado por um turista a quem terá pedido ajuda.

  • Mais viagens mas menos turistas de Portugal
    1:22

    País

    Os residentes em Portugal - sejam portugueses ou estrangeiros - realizaram quatro milhões de viagens turísticas, só no primeiro trimestre do ano. Um aumento de mais de 6% nas viagens dentro do país face ao período homólogo e de mais de 15% nas viagens para fora, de avião. O estudo é do INE, o Instituto Nacional de Estatística, que permite fazer o retrato mais claro de quem viaja e porquê.

  • Algarve sozinho gera metade dos bens transacionáveis em Portugal
    4:14

    SIC 25 Anos

    O Algarve quase não tem indústria e os especialistas consideram que é excessivamente dependente do turismo. Ainda assim, sozinho contribui com metade do que Portugal gera em bens transacionáveis. A região tem problemas graves, como a falta de médicos e um custo de vida muito alto, mas continua a atrair a maior parte dos turistas e muitos estrangeiros decidem mesmo escolher a região para viver.