sicnot

Perfil

Economia

Ex-gestores do BPN Crédito condenados a penas suspensas por burla e abuso de confiança

Um ex-presidente do BPN-Crédito e mais três ex-administradores foram hoje condenados a penas entre os dois e cinco anos de prisão, suspensas na sua execução, por concederem empréstimos irregulares de 21 milhões de euros e um desfalque de 3,5 milhões.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Jose Manuel Ribeiro / Reuters

O coletivo de juízes do Tribunal São João Novo, no Porto, interditou ainda os arguidos de exercerem atividade em bancos em Portugal e obrigou-os a ressarcir o banco do prejuízo causado, através do estabelecimento de um plano de pagamento.

"A concessão de empréstimos não era para enriquecimento pessoal, mas para o enriquecimento de terceiros que não foram arguidos no processo", salientou o juiz presidente.

Os arguidos, com idades entre os 47 e 51 anos, aprovaram créditos fraudulentos de 21 milhões de euros, valor já ressarcido ao banco.

O crédito, que tinha como finalidade a compra de carros, era usado "à revelia do banco" para financiar dirigentes e clubes de futebol da região Norte e negócios privados.

Os contratos, que referiam destinar-se a empréstimos para a aquisição de carros de luxo, eram fictícios, dado não haver qualquer compra.

Os créditos eram concedidos sem as garantias necessárias e com taxas de juro "irrisórias" para a época.

Em 2001, depois desta situação no BPN-Crédito, com sede no Porto, ter sido tornada pública, os arguidos demitiram-se.

Lusa

  • O processo BPN em números
    0:54

    Economia

    O processo do BPN já conta com milhares de documentos e centenas de horas e pessoas envolvidas. O caso começou a ser julgado há, precisamente, 5 anos e 5 meses. Até à data já se contabilizaram mais de 400 dias de sessões de tribunal e quase 700 de trabalho. As alegações finais começam amanhã.

  • Governo prepara projeto para suavizar transição para a reforma
    1:38

    Economia

    O Governo quer suavizar a transição do trabalho para a reforma. A ideia é que essa passagem seja feita gradualmente e não de um dia para o outro, o que pode ser mais traumático. O projeto prevê a possilidade de o trabalhador cumprir meio horário e acumular com meia pensão.

  • Portugal pode perder parte dos fundos comunitários
    2:21

    Economia

    Portugal arrisca-se a perder parte dos fundos comunitários atribuídos ao país, se não acelerar a execução dos programas que têm comparticipação de Bruxelas. A notícia é avançada pelo jornal Público, que revela que o país ainda está longe de cumprir as metas mínimas. O Executivo desdramatiza e acredita que serão cumpridas até ao final do ano. O Governo diz mesmo que Portugal deverá ser um dos países com melhores taxas de execução.

  • Proteína tóxica que se acumula no cérebro pode ser uma das causas do Alzheimer
    2:33

    País

    Uma proteína tóxica que se acumula no cérebro pode ser uma das causadoras do Alzheimer. A revelação, feita pelo prémio Nobel da Medicina de 2014, será discutida no terceiro dia da cimeira mundial sobre doenças neurodegenerativas na Fundação Champalimaud, em Lisboa. A partir de hoje, serão apresentadas novidade nas investigações científicas sobre a epidemia silenciosa, que atinge 50 milhões de pessoas em todo o mundo.

  • Primeiro discurso de Costa na ONU alinhado com o de Guterres

    País

    O primeiro-ministro, António Costa, proferirá hoje o seu primeiro discurso na Assembleia Geral das Nações Unidas, devendo estar muito alinhado com a agenda política apresentada na terça-feira pelo secretário-geral da ONU, António Guterres, valorizando o multilateralismo.

  • Habitantes da favela da Rocinha temem novo episódio violento
    2:54

    Mundo

    Localizada no Rio de Janeiro, a Rocinha, maior favela do Brasil, foi palco de um tiroteio entre traficantes, no último fim de semana. Agora, pelo terceiro dia consecutivo, a polícia do Rio de Janeiro está a fazer um cerco em algumas favelas cariocas à procura de traficantes. A comunidade está assustada e receia que episódios violentos como este se repitam.