sicnot

Perfil

Economia

Governo e sindicato dos estivadores chegam a acordo

Os estivadores e os operadores do porto de Lisboa chegaram hoje a um acordo que permitirá a suspensão imediata da greve em curso, após a confirmação em plenário pelos trabalhadores no prazo de máximo de 24 horas, de acordo com o documento assinado.

STEVEN GOVERNO

Após uma reunião de várias horas no Ministério do Mar, em Lisboa, os estivadores e os operadores portuários chegaram ainda a um compromisso para que, no prazo de 15 dias, seja assinado "um novo contrato coletivo de trabalho" que traduza os termos do acordo de hoje.

Do acordo assinado, foi emitido um comunicado a explicar que o Porto de Lisboa não poderá admitir mais trabalhadores enquanto a situação dos atuais não for resolvida, o que deverá acontecer no prazo máximo de dois anos.

No acordo consta também a readmissão de 23 trabalhadores do quadro no prazo de seis meses.

No que respeita à progressão na carreira, vai ser criado um regime misto de progressões automáticas, por mérito e com base em critérios objectivos. Vão passar a haver 10 níveis numa tabela remuneratória que vai ser revista.

Com Lusa

  • Incêndio de Setúbal "quase dominado"
    4:04

    País

    O incêndio que deflagrou segunda-feira em Setúbal está "quase dominado", segundo informações da presidente da Câmara. Maria das Dores Meira diz que não há feridos a registar e que os habitantes já vão regressando a casa. Para ajudar no combate ao fogo foram enviados meios de Lisboa.

  • "Lancei um tema que os portugueses há muito queriam discutir"
    11:26
  • Danos Colaterais 
    18:55
    Reportagem Especial

    Reportagem Especial

    Jornal da Noite

    Nos últimos oito anos a banca perdeu 12 mil profissionais. A dimensão de despedimentos no setor é a segunda maior da economia portuguesa, só ultrapassada pela construção civil. A etapa mais complexa da história começou em 2008, com a nacionalização do BPN. Desde então, as saídas têm sido a regra. A reportagem especial desta terça-feira, "Danos Colaterais", dá voz aos despedidos da banca.