sicnot

Perfil

Economia

Taxas Euribor caem em todos os prazos

​As taxas Euribor caíram hoje a três, seis, nove e a doze meses, em relação a quinta-feira.

As taxas Euribor continuam em queda / Reuters

As taxas Euribor continuam em queda / Reuters

© Kai Pfaffenbach / Reuters

A Euribor a três meses, em valores negativos desde 21 de abril de 2015, fixou-se hoje em -0,260%, igualando o mínimo de sempre verificado a 10 de maio.

A taxa Euribor a seis meses, a mais utilizada em Portugal nos créditos à habitação e que entrou em terreno negativo pela primeira vez a 6 de novembro passado, desceu hoje para -0,149%, fixando-se no nível mais baixo de sempre.

No prazo de nove meses, a Euribor recuou hoje para -0,082%, menos 0,002 pontos do que na quinta-feira, e contra o atual mínimo de -0,084% registado em 10 de março.

Depois de ter sido fixada em valores negativos entre 27 de novembro e 3 de dezembro, a Euribor a nove meses voltou para valores abaixo de zero a 7 de janeiro passado, nos quais se tem mantido desde então.

Também no prazo de 12 meses, a Euribor, que desceu para valores abaixo de zero pela primeira vez a 05 de fevereiro passado, também recuou hoje 0,001 pontos, ao ser fixada em -0,015%, depois de em 4 de março ter descido para -0,028%, atual mínimo de sempre.

As Euribor são fixadas pela média das taxas às quais um conjunto de 57 bancos da zona euro está disposto a emprestar dinheiro entre si no mercado interbancário.


Lusa

  • Marcelo saúda "forma rápida" como Conselho de Ministros "tratou de tudo"
    1:03

    País

    O Presidente da República lembra que é preciso convergência de forma a adotar rapidamente as medidas mais urgentes do plano de emergência. No concelho de Tábua, Marcelo Rebelo de Sousa destacou ainda os esforços do Conselho de Ministros, mas lembrou que as medidas anunciadas são apenas o início de um processo e não o fim.