sicnot

Perfil

Economia

Moeda chinesa cai para o valor mais baixo em mais de cinco anos

O Banco Central chinês anunciou hoje a desvalorização do yuan para a cotação mais baixa em mais de cinco anos, face ao dólar norte-americano, numa altura em que se espera uma subida das taxas de juros nos EUA.

reuters

Segundo as cotações do banco central chinês, hoje de manhã (hora local), um dólar valia 6,5784 da moeda chinesa, mais 0,45% do que na terça-feira.

Trata-se da cotação mais baixa do yuan desde fevereiro de 2011.

A moeda chinesa não é inteiramente convertível, sendo que o seu valor face a um pacote de moedas internacionais pode variar, no máximo, dois por cento por dia.

"O yuan vai sofrer uma depreciação gradual", disse à agência noticiosa Bloomberg o economista da Goldman Sachs/Gao Hua Securities Song Yu.

"O principal motivo para esta desvalorização será um dólar mais forte, devido às expectativas de que a FED [Reserva Federal] suba as taxas de juro", detalhou.

Na semana passada, a presidente da FED, Janet Yellen, sugeriu que as taxas de juro vão aumentar em breve, durante um discurso proferido na Universidade de Harvard.

Em agosto, o yuan caiu quase 5% numa semana, aumentando o receio de que Pequim esteja a procurar desvalorizar a moeda para ganhar competitividade, mas as autoridades têm rejeitado essa possibilidade.

  • Marine devolve bandeira do Japão 73 anos depois 
    2:13

    Mundo

    Setenta e três anos depois da batalha mais sangrenta do Pacífico, um veterano dos Estados Unidos cumpriu uma promessa pessoal. Marvin Strombo devolveu à família a bandeira da sorte de um soldado japonês, morto em 1944, em Saipan, na II Guerra Mundial. 

  • Autoridades usam elefantes para resgatar pessoas das cheias na Ásia
    1:31

    Mundo

    Mais de 215 pessoas morreram nas inundações que estão a devastar o centro da Ásia, e estima-se que três milhões tiveram de abandonar as casas. As autoridades estão a usar elefantes para resgatar locais e turistas das zonas mais afetadas e avisam que há dezenas de pessoas desaparecidas.