sicnot

Perfil

Economia

BCE deixa taxas de juro inalteradas em mínimos históricos

O Banco Central Europeu (BCE) deixou hoje as taxas de juro inalteradas, depois do corte decidido em março para níveis historicamente baixos, com a taxa diretora em zero.

(REUTERS/ ARQUIVO)

A taxa de juro aplicável aos depósitos mantém-se em -0,40% e a taxa aplicável à facilidade permanente de cedência de liquidez manteve-se em 0,25%.

No comunicado divulgado após a reunião de política monetária do BCE, que decorreu em Viena, não foi feita qualquer referência a medidas sobre a banca grega, ao contrário do que era esperado por alguns observadores.

O texto refere que a partir de dia 08 começam as aquisições ao abrigo do programa de compra de ativos do setor empresarial e que a 22 de junho realizará a primeira operação de refinanciamento de prazo alargado, medidas que tinham sido anunciadas em março, quando o BCE decidiu reforçar as medidas de estímulo.

O presidente do BCE, Mario Draghi, vai dar uma conferência de imprensa às 13:30 (hora de Lisboa) para explicar as decisões desta reunião.

Lusa

  • Os negócios menos claros do filho de Pinto da Costa
    1:55
  • BCE autoriza CGD a avançar com recapitalização

    Caso CGD

    A Caixa Geral de Depósitos informou esta sexta-feira que vai prosseguir com as operações da primeira fase do aumento de capital, depois de ter obtido autorização para isso junto do Banco Central Europeu (BCE) e do Banco de Portugal.

  • Condutores apanhados a mais de 200 em corridas ilegais na Ponte Vasco da Gama
    1:25
  • A história da guerra em Alepo
    7:43
  • Reino Unido em alerta máximo de terrorismo

    Mundo

    O Reino Unido elevou o alerta de terrorismo para o nível máximo depois das declarações, esta quinta-feira, do chefe das secretas britânicas. O diretor do MI6 está preocupado com eventuais ataques contra o Reino Unido e outros aliados.

  • Uma "cidade fantasma" na Letónia
    3:10
  • O anúncio de natal que está a emocionar o mundo
    1:47