sicnot

Perfil

Economia

Ana Gomes considera "chocante" nomeação de Isabel dos Santos para a Sonangol

A nomeação da empresária angolana Isabel dos Santos, filha do Presidente de Angola, para a administração da Sonangol "é absolutamente chocante" e constitui "um esquema" para manter o branqueamento de capitais, disse hoje a eurodeputada portuguesa Ana Gomes.

Ana Gomes, eurodeputada do PS.

Ana Gomes, eurodeputada do PS.

Lusa

Contactada telefonicamente pela agência Lusa, a dirigente socialista disse a partir de Munique (Alemanha) que a decisão de José Eduardo dos Santos nomear a filha como administradora não executiva da Sonangol "não é inocente" e, acima de tudo, "não é desligado do que se passa em Portugal".

"Havia muita gente a dizer que isto estava a ser preparado, que estava na calha, e que era espectável. Mas, mesmo assim, não deixa de ser absolutamente chocante. Esta medida, da parte do presidente, mostra que, em Angola, não há mais nenhuma pretensão de democracia", sublinhou a eurodeputada socialista.

"A filha (Isabel dos Santos) controla a Sonangol e o filho (José Filomeno dos Santos) controla o Fundo Soberano e obviamente que isto não é inocente e não é desligado do que se passa em Portugal. Dá à senhora Isabel dos Santos um controlo, não apenas sobre a Sonangol, mas sobre as participações da Sonangol no exterior, e designadamente em Portugal, no BCP. É um esquema para manter os esquemas de branqueamento de capitais", acrescentou.

Ana Gomes indicou que vários países europeus recusam que Isabel dos Santos abra uma conta bancária, defendendo que o mesmo deveria acontecer em Portugal.

"Estamos a falar de uma óbvia 'pepe', pessoa politicamente exposta, nos termos das diretivas do branqueamento de capitais, e devia haver um dever diligente por parte das autoridades bancárias e de supervisão portuguesas, como do Banco de Portugal e da CMVM (Comissão do Mercado de Valores Mobiliários), que até aqui não houve, porque senão não seria hoje acionista de principais bancos nacionais", referiu.

Para Ana Gomes, os riscos para Portugal "estão à vista", lembrando que a Sonangol pode condicionar empresas em que é acionista, como o Millennium BCP ou a Galp.

"É sabido que a Sonangol tem 18% do BCP. Sem ser diretamente, através da Sonangol, ela (Isabel dos Santos) pode controlar e é evidente que isso é instrumentado pelos esquemas de branqueamento de capitais", sustentou.

"Suponho que se está, infelizmente, a assistir a um estertor do atual regime político em Angola, do atual poder, porque é isso que isto demonstra. Só espero que isso não tenha consequências mais devastadoras e violentas para o povo angolano, que está a sofrer tanto, e por todos aqueles que estão em Angola, inclusivamente os portugueses", concluiu.

Lusa

  • Inglaterra estreia-se com vitória suada frente à Tunísia

    Mundial 2018 / Tunísia

    A seleção inglesa estreou-se no Mundial 2018 com um triunfo sobre a Tunísia por 2-1, com o golo da vitória a ser apontado já para lá do minuto 90. O jogo foi referente à 1.ª jornada do grupo G. Veja aqui os golos e os lances que marcaram o encontro.

  • O melhor golo do 5.º dia de Mundial

    Desporto

    Numa escolha feita pelos jornalistas de desporto e do site da SIC Notícias, mostramos-lhe o melhor golo deste quinto dia de Mundial. Foi apontado por Dries Mertens, na vitória da Bélgica sobre o Panamá por 3-0.

  • Salto de Cristiano Ronaldo inspira dança afro-beat

    Desporto

    Uma música humorística afro-beat, publicada nas redes sociais e inspirada nos saltos de Cristiano Ronaldo quando marca golos, está a ser replicada na internet com dezenas de coreografias filmadas, muitas das quais em França.

  • Ronaldo no País dos Sovietes: As religiões praticadas na Rússia
    1:55
  • "Estamos a plantar fósforos"
    2:09

    Opinião

    O calor regressou esta segunda-feira em força e no terreno estiveram quase 1300 bombeiros a combater 70 fogos por todo o país. Depois da tragédia de Pedrógão Grande, o Presidente da República diz que a consciência do país mudou mas é preciso fazer mais. Já Miguel Sousa Tavares diz que o país está mais preparado para combater os incêndios do que alguma vez esteve. No entanto, o comentador da SIC diz que já foram plantados mais de "2500 hectares de eucaliptos" desde Pedrógão e que enquanto isso acontecer Portugal vai continuar a arder. 

    Miguel Sousa Tavares

  • Pai de Meghan Markle lamenta ser "nota de rodapé" no casamento real
    2:03
  • Quando as crianças fazem das suas... os pais é que pagam

    Mundo

    Quando as crianças fazem das suas, restam os pais para as castigar ou, em alguns casos, para sofrer as consequências desses atos. Quem o pode dizer é um casal norte-americano, que recebeu uma fatura de 132 mil dólares (cerca de 114 mil euros), depois de o filho ter derrubado uma estátua num centro comunitário.

    SIC