sicnot

Perfil

Economia

Bundesbank revê em baixa PIB alemão para 1,7% em 2016

O Bundesbank reviu hoje a previsão de crescimento da economia alemã de 1,8% para 1,7% em 2016 e da taxa de inflação de 1,1% para 0,2% este ano.

Jens Weidmann, presidente do Bundesbank.

Jens Weidmann, presidente do Bundesbank.

"A economia doméstica parece continuar a beneficiar do forte crescimento do emprego, alimentado em grande parte pela imigração [económica] proveniente dos países da União Europeia e pelo crescimento robusto da receita", refere, no entanto, o Bundesbank nas suas previsões económicas semestrais.

Este ano, a procura interna da maior economia da Europa será suportada pela "queda dos preços do petróleo" e pelos ganhos em termos de poder de compra, assinala ainda o banco central.

A taxa de inflação para 2017 também foi revista em baixa de 2% para 1,5% e a previsão para 2018 aponta para 1,7%.

O ritmo de crescimento da economia germânica foi igualmente cortado pelo Bundesbank em 2017, de 1,7% para 1,4%. Já para 2018, o banco central alemão prevê que o país cresça 1,7%.

Lusa

  • Os negócios menos claros do filho de Pinto da Costa
    1:55

    Football Leaks

    Com o escândalo dos agentes de futebol a dar que falar, o Expresso revela este sábado os negócios menos claros do filho de Pinto da Costa. O nome da empresa de que é administrador, a Energy Soccer, surge na investigação em transferências de jogadores que envolvem o Futebol Clube do Porto num conflito de interesses.

  • BCE autoriza CGD a avançar com recapitalização

    Caso CGD

    A Caixa Geral de Depósitos informou esta sexta-feira que vai prosseguir com as operações da primeira fase do aumento de capital, depois de ter obtido autorização para isso junto do Banco Central Europeu (BCE) e do Banco de Portugal.

  • Condutores apanhados a mais de 200 em corridas ilegais na Ponte Vasco da Gama
    1:25
  • A história da guerra em Alepo
    7:43
  • Reino Unido em alerta máximo de terrorismo

    Mundo

    O Reino Unido elevou o alerta de terrorismo para o nível máximo depois das declarações, esta quinta-feira, do chefe das secretas britânicas. O diretor do MI6 está preocupado com eventuais ataques contra o Reino Unido e outros aliados.

  • Uma "cidade fantasma" na Letónia
    3:10
  • O anúncio de natal que está a emocionar o mundo
    1:47