sicnot

Perfil

Economia

Centeno quer investimento estrangeiro para recuperar economia

O ministro das Finanças português, Mário Centeno, defendeu hoje num encontro com investidores em Nova Iorque, nos Estados Unidos, que o "investimento estrangeiro é uma componente central da recuperação económica portuguesa".

© Rafael Marchante / Reuters

O ministro participa hoje num fórum internacional que decorre no Harvard Club, em Manhattan, sobre Portugal e as relações económicas com os Estados Unidos e que reúne cerca de 110 investidores, empresários, responsáveis políticos e economistas.

"Temos empresas portugueses aqui estabelecidas que provam que é possível ter sucesso num mercado tão competitivo e complexo como é o mercado dos Estados Unidos", disse ainda o ministro.

Numa curta intervenção, Mário Centeno apontou "uma excelente rede de infraestruturas", "uma nova geração altamente educada" e "um clima de estabilidade social e política" como argumentos para investir em Portugal.

A iniciativa do encontro é da Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP) com a colaboração da Câmara Luso-Americana de Comércio.

O evento encerra com a participação do senador estadual Jack Martins, que concorre em Novembro ao Congresso federal, e do embaixador de Portugal nos EUA, Domingos Fezas Vital.

Lusa

  • Proteção Civil garante que já não há desaparecidos
    1:40
  • "Depois de sair da autoestrada o vidro do carro ainda estava a ferver"
    2:01
  • "O fogo chegou de repente. Foi um demónio"
    2:15
  • O desabafo de um empresário que perdeu "uma vida inteira de trabalho" no fogo
    2:08
  • O testemunho emocionado de quem perdeu quase tudo
    2:10
  • As comunicações entre operacionais no combate às chamas em Viseu
    2:27
  • Norte-americana foi à discoteca e tornou-se princesa

    Mundo

    A história de Ariana Austin é quase como um conto de fadas moderno. A jovem vai até ao baile, onde conhece o seu príncipe. Só que a norte-americana foi a uma discoteca e, na altura, não sabia que Joel Makonnen era na verdade um príncipe da Etiópia e que casaria com ele 12 anos depois, tornando-se também ela numa princesa.