sicnot

Perfil

Economia

Estado espera hoje arrecadar até 1.000 M€ em emissões a 5 e a 9 anos

O Estado regressa hoje ao mercado e espera arrecadar até 1.000 milhões de euros através de dois leilões de Obrigações do Tesouro (OT) a cinco e a nove anos.

(LUSA/ Arquivo)

Na semana passada, a Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública (IGCP) afirmou que a emissão vai ocorrer esta manhã, realizando-se dois leilões de OT, um com maturidade em abril de 2021 e outro em outubro de 2025, com montante indicativo global entre 750 milhões e 1.000 milhões de euros.

Esta será a segunda emissão de longo prazo deste trimestre, depois de a 11 de maio o IGCP ter colocado no mercado 1.150 milhões de euros através deste instrumento, embora com uma maturidade diferente (10 anos), com uma taxa de 3,252%.

No último leilão de OT a cinco anos, que ocorreu a 23 de março, o IGCP colocou 504 milhões de euros a uma taxa de juro de 1,84%.

O mais recente leilão de OT a nove anos ocorreu a 08 de outubro de 2014, com Portugal a angariar 1.000 milhões de euros a uma taxa de juro de 1,85%.

De acordo com as linhas de atuação do segundo trimestre, o IGCP prevê emissões de OT através da combinação de sindicatos e leilões, sendo esperadas colocações de 1.000 a 1.250 milhões de euros por leilão.

Já no que diz respeito à emissão da dívida de curto prazo, o calendário da entidade para o segundo trimestre aponta para a realização de seis leilões de Bilhetes do Tesouro (BT), oscilando o montante indicativo global entre os 750 milhões e os 1.500 milhões de euros.

Até ao momento, neste segundo trimestre, o IGCP angariou já 1.150 milhões de euros em OT e 1.830 milhões em BT.

Lusa

  • Dijsselbloem mostra algum arrependimento mas recusa demitir-se
    2:40

    Mundo

    Jeroen Dijsselbloem diz que cabe ao Governo português avançar com o nome de Centeno para a presidência do Eurogrupo, mas escusa-se a comentar essa possibilidade. Para já, o holandês não se demite do cargo. Esta quinta-feira ouviu as críticas dos eurodeputados no Parlamento Europeu.

  • Há cada vez menos portugueses

    País

    A população em Portugal diminuiu no ano passado, pelo oitavo ano consecutivo, já que o número de mortes continua a ser superior ao de nascimentos, revelam dados hoje divulgados pelo INE.

  • Será que lavar em lavandarias self-service compensa?
    8:21
  • "Não se pode voltar atrás, o povo de Deus confirmou a necessidade deste Papa"
    3:15
  • Dois em cada três portugueses vivem vidas sedentárias

    País

    Com menos de hora e meia de exercício semanal, mais de dois terços dos portugueses vivem vidas sedentárias. E a maioria desvaloriza a importância da atividade física, segundo um inquérito divulgado esta quinta-feira pela Fundação Portuguesa de Cardiologia.

  • Depois de dar a volta (de bicicleta de Lisboa a Setúbal)

    País

    Missão cumprida. A SIC foi dar uma volta de bicicleta, acompanhando a primeira etapa de uma iniciativa que pretende impulsionar o uso dos velocípedes no país. Ao longo desta quarta-feira, publicámos vários vídeos em direto na página de Facebook da SIC Notícias, que aqui reunimos, em jeito de balanço.

    Ricardo Rosa

  • Primeira dama chinesa defende avanços na igualdade

    Mundo

    A primeira dama chinesa, Peng Liyuan, defendeu os avanços da China em matéria de igualdade dos géneros. Uma rara entrevista, difundida numa altura em que feministas chinesas asseguram serem controladas pela polícia face às suas campanhas.