sicnot

Perfil

Economia

Abono de família e complemento solidário para idosos com aumento este mês

Os beneficiários das prestações de abono, complemento solidário para idosos, bonificação por deficiência e subsídio por assistência de terceira pessoa vão receber este mês o aumento previsto no Orçamento do Estado e com retroativos, anunciou hoje a Segurança Social.

(Lusa/ Arquivo)

(Lusa/ Arquivo)

PAULO NOVAIS/ LUSA

"O pagamento das prestações referidas será efetuado, durante o mês de junho, com os valores que resultam da atualização prevista no Orçamento do Estado e com os retroativos referentes aos meses de abril e maio", refere o Instituto da Segurança Social (ISS) num comunicado enviado à agência Lusa.

Segundo o ISS, o pagamento da prestação do valor do Complemento Solidário para Idoso será realizado hoje, enquanto o das prestações de abono de família, bonificação por deficiência e subsídio por assistência de terceira pessoa será efetuados no próximo dia 16.

"No mês de julho, o pagamento regular destas prestações já refletirá o valor final com os aumentos operados pelo Orçamento do Estado para 2016", acrescenta.

O Orçamento do Estado para 2016 prevê o aumento do abono de família em 0,5% para os segundo e terceiro escalões de rendimentos, a atualização em 3% da bonificação por deficiência do abono de família para crianças e jovens e o aumento do valor de referência do Complemento Solidário para Idosos.

Desde o passado dia 01 de abril, os montantes de abono de família passaram a ser, no caso de crianças com menos de um ano, de 145,69 euros mensais para o primeiro escalão, 120,26 para o segundo e 94,61 para o terceiro escalão.

Já os valores mensais das prestações de bonificação por deficiência passaram a ser de 61,26 euros para os menores de 14 anos, de 89,22 euros dos 14 aos 18 anos e de 119,44 euros para os jovens com idades entre os 18 e os 24 anos.

O subsídio por assistência de 3.ª pessoa passou a ser de 101,17 euros, informa a Segurança Social.

Lusa

  • Benefícios fiscais trouxeram a Portugal 10 mil estrangeiros em 2015

    Economia

    Os benefícios fiscais em Portugal atraíram mais de 10 mil estrangeiros no ano passado. A maioria vem com o estatuto de residente não habitual, que dá isenção total de IRS aos reformados por dez anos e 20% de isenção no imposto para profissionais que estiverem ligados a atividades de valor acrescentado como Psicologia, Investigação ou Medicina.

  • Trump e os jornalistas: uma relação (su)rreal
    2:08
  • Novo campo de refugiados construído em Mossul

    Mundo

    Um novo campo de refugiados foi construído em Mossul, no Iraque. Com cerca de 4 mil tendas, foi construído durante 45 dias para albergar os deslocados que se prevê que aumentem com a atual ofensiva militar na zona ocidental da cidade.