sicnot

Perfil

Economia

Governo espera que negociações evitem greves na aviação

O ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques, afirmou hoje que o Governo está a acompanhar as negociações no setor da aviação e disse esperar que as greves não se realizem.

© Paulo Whitaker / Reuters

"Estamos a acompanhar com as empresas a situação, sabemos que estão em curso negociações entre os sindicatos e as empresas e, obviamente, desejamos que as coisas cheguem a bom porto para que estas greves, no limite, se for o caso, não se cheguem a realizar", referiu Pedro Marques à margem de uma visita a uma fábrica na Golegã.

O ministro comentava as duas greves que poderão ocorrer no setor da aviação: uma que envolve os trabalhadores dos serviços de assistências nos aeroportos ('handling') e outra que envolve os tripulantes da TAP.

No passado dia 02 de junho, o Sindicato dos Trabalhadores da Aviação e Aeroportos (SITAVA) anunciou um pré-aviso de greve para os dias 01,02 e 03 de julho contra a precariedade dos trabalhadores do 'handling' que abrange, não só as empresas Groundforce e Portway, mas também todos os trabalhadores de empresas de trabalho temporário e prestadoras de serviço que atuam na área do 'handling'.

Entretanto, cinco dias depois, o Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC) anunciou que vai avançar para a greve caso a TAP não altere as condições de descanso dos tripulantes nas rotas de Boston e Nova Iorque, operadas pelos aviões cedidos pela Azul.

Pedro Marques assegurou que o executivo está a "acompanhar" a situação e disse esperar que, "quer na TAP, quer no 'handling', as coisas se vão resolvendo", mas reconheceu que "algumas questões são complexas e envolvem questões de posicionamentos de mercado".

"Obviamente, pretendemos que o país continue a oferecer uma imagem positiva de acolhimento dos turistas e, basicamente, nesta altura desejamos a paz social nas empresas e que o turismo e o transporte aéreo continuem a crescer como têm crescido até aqui", rematou o membro do Governo.

Lusa

  • Sindicato Nacional do Pessoal de Voo ameaça marcar nova greve na TAP

    Economia

    O Sindicato Nacional do Pessoal de Voo ameaça marcar uma nova greve na TAP.Os tripulantes de cabine queixam-se de falta de condições de descanso nos novos aviões da companhia. Em causa estão os dois aparelhos de longo curso que a companhia vai utilizar nas novas rotas para os Estados Unidos e que foi buscar à brasileira Azul, de David Neeleman.

  • Jovens adoptados e filha do líder da IURD com versões diferentes dos acontecimentos
    4:06

    País

    Os jovens adoptados e a filha do bispo Edir Macedo, que alegadamente os adoptou, têm versões diferentes sobre o que aconteceu. Vera e Luís Katz garantem que foram adoptados por uma família norte-americana, com que viveram até aos 20 anos. Viviane Freitas, filha do líder da Igreja Universal do Reino de Deus, conta que foi mãe das crianças durante três anos, apesar de lhe ter sido negada a adopção.

  • Cabecilha da seita Verdade Celestial é "mentiroso, egocêntrico e psicótico"
    2:22

    País

    O cabecilha da seita "Verdade Celestial" foi condenado a 23 anos de pena de prisão por abusos sexuais de crianças e adolescentes. O juiz diz que o cabecilha do grupo era mentiroso patológico, egocêntrico, impulsivo e com personalidade psicótica. Dos oito acusados, duas mulheres foram absolvidas e seis arguidos foram condenados a penas efetivas. A rede de abusadores foi desmantelada há dois anos, numa quinta de Palmela.

  • Mau tempo obriga ao cancelamento de centenas de voos na Europa
    1:21
  • Antigos quadros da Facebook declaram-se preocupados com efeitos da rede social

    Mundo

    Alguns dos antigos quadros da empresa Facebook estão a começar a exprimir sérias dúvidas sobre a rede social que ajudaram a criar, foi noticiado. A Facebook explora "uma vulnerabilidade na psicologia humana" para criar dependência entre os seus utilizadores, afirmou o primeiro presidente da empresa, Sean Parker, num fórum público.