sicnot

Perfil

Economia

Hollande quer intensificar relações económicas com Portugal

O presidente François Hollande defendeu hoje que França e Portugal devem "intensificar as suas relações económicas" e trabalhar juntos num período europeu de "interrogações e inquietude".

MIGUEL A. LOPES

"É uma honra ter ao mesmo tempo o presidente e o primeiro-ministro de Portugal aqui em Paris para festejar o dia nacional do seu país. Portugal é um país perfeitamente comprometido com o projeto europeu, tal como França, e devemos trabalhar juntos neste período de interrogações e inquietude. Trabalhamos juntos para que as relações culturais sejam reforçadas e as relações económicas devem ser intensificadas", disse Hollande.

O presidente francês fez uma curta declaração após o encontro com o Presidente da República portuguesa, Marcelo Rebelo de Sousa, no Palácio do Eliseu, em Paris.

A candidatura de António Guterres a secretário-geral da ONU, a segurança e o terrorismo, o futuro da zona euro e as relações bilaterais em Portugal e França foram os temas discutidos numa reunião que durou cerca de 30 minutos.

Marcelo chegou ao Palácio do Eliseu às 17:50 (16:50 horas de Lisboa) no mesmo carro que o primeiro-ministro português, António Costa. Depois da parada da guarda de honra, François Hollande recebeu os governantes lusos junto às escadas que dão acesso à residência oficial do presidente francês.

Na comitiva portuguesa estava também o ministro da Defesa, José Alberto Azeredo Lopes, o secretário de Estados das comunidades, José Luís Carneiro, e o embaixador francês em Paris, José Filipe Moraes Cabral.

O encontro entre Marcelo e Hollande fez parte do programa das comemorações do 10 de junho, Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portugueses, dividindo-se este ano, e de forma inédita, entre Lisboa e Paris.

Lusa

  • Leão de Ouro de Souto de Moura faz "muito bem à alma" dos portugueses
    1:53
  • "Sonho com um futuro melhor", o desejo de um jovem sírio em Portugal
    2:12

    País

    Mais de 50 jovens sírios chegaram esta madrugada a Lisboa, para iniciarem o novo ano letivo, em Portugal. Sonham com um futuro melhor. Sonham com uma educação melhor. Os 54 estudantes vieram ao abrigo do programa lançado pelo antigo Presidente da República, Jorge Sampaio, que nos últimos anos já deu uma nova oportunidade a cerca de 200 alunos.

  • Na linha do triunfo
    16:49
  • Chamas do incêndio no Europa Park na Alemanha atingiram os 15 metros de altura
    0:57