sicnot

Perfil

Economia

BCP a descer para novo mínimo na bolsa de Lisboa

BCP a descer para novo mínimo na bolsa de Lisboa

O BCP voltou a afundar-se na bolsa. Hoje já esteve a descer mais de 8%, embora ao final da manhã tenha havido uma certa recuperação. Cada ação já esteve a valer menos de 2 cêntimos.

  • Ações do BCP caem 8,2% e atingem mínimo histórico

    Economia

    O BCP perdeu hoje mais 8% na bolsa de Lisboa. As ações atingiram mais um mínimo histórico e valem agora apenas 2 cêntimos. Depois de uma breve recuperação na terça feira passada, o BCP voltou de novo às quedas. Em apenas quatro sessões já perdeu quase 21%. As razões são as mesmas dos últimos tempos: os receios dos investidores quanto à capacidade do banco em cumprir as exigêncas do BCE e em pagar antecipadamente o que deve ao Estado.

  • Presidente do BCP diz que o banco está preparado para o futuro
    1:51

    Economia

    Depois de um enorme trambolhão, o BCP disparou hoje mais de 16% na bolsa de Lisboa, mas por enquanto, nada que compense as quedas dos últimos dias. O presidente do banco já veio garantir que vai manter uma forte disciplina financeira e que não tenciona fazer qualquer aumento de capital para concorrer à compra do Novo Banco.

  • "Vi o Bas Doost a jorrar sangue para o chão (...) revoltei-me!"
    3:28
  • "Esta semana parecia um filme de terror"
    2:24

    Desporto

    O treinador do Sporting falou pela primeira vez à imprensa desde as agressões de que foi alvo em Alcochete. Jorge Jesus disse que a última semana "parecia um filme de terror" e deixou um agradecimento especial aos adeptos e à "capacidade emocional" dos jogadores.

  • Já se pode pescar sardinha mas há limitações

    País

    A proibição da pesca da sardinha termina hoje, podendo, até 31 de julho, os pescadores capturar 4.855 toneladas, com limites diários, medidas de proteção dos juvenis e monitorização da pescaria, disse à Lusa o Ministério do Mar.

  • Nicolas Maduro vence presidenciais na Venezuela

    Mundo

    O chefe de Estado venezuelano, Nicolas Maduro, foi declarado vencedor das eleições presidenciais de domingo pela autoridade eleitoral, com perto de 70% dos votos, depois de contados quase todos os boletins.

  • "Desfiliei-me do PS mas continuo socialista"
    1:29