sicnot

Perfil

Economia

Moody's mantém rating do BCP

A agência Moody's manteve o rating do Banco Comercial Português (BCP) em B1, com perspetiva estável, admitindo que a nota pode ser revista caso o banco avance com a compra do Novo Banco.

© Hugo Correia / Reuters

Para a manutenção do rating, a agência de notação financeira tem em conta também a revisão em alta do baseline credit assessment (BCA), ou seja a qualidade de crédito de uma instituição financeira por si só sem contar com eventuais ajudas de Estado, que passou de caa1 para b3.

"No geral, a Moody's considera que a capacidade de absorção do risco do BCP é muito modesta quando comparada com outros grandes bancos europeus. No entanto, a agência espera que o banco seja capaz de conseguir uma almofada de capital adicional sem requerer apoio externo", afirma, em comunicado.

A ação de rating desta terça-feira da Moody's não teve em consideração o impacto potencial da compra do Novo Banco, que o BCP já admitiu publicamente vir a tentar comprar.

"Hoje, o BCP não está autorizado a avançar com qualquer aquisição e que a Comissão Europeia tem de levantar a proibição antes de o banco apresentar formalmente uma proposta para o Novo Banco. Caso o BCP receba as autorizações relevantes e avance com uma oferta formal, a Moody's vai analisar as implicações dessa transação no perfil de crédito do BCP", afirma a agência.

A Moody's lembra ainda que o BCP ainda tem de devolver cerca de 750 milhões de euros em Cocos (em instrumentos de capital contingentes) prestados pelo Estado português em 2012, o que tem de acontecer antes de meados de 2017.

Isto também terá um impacto no rating atribuído pela Moody's ao banco.

  • O perfil do homicida de Barcelos
    2:42

    País

    Adelino Gomes Briote já tinha sido condenado por ofensas à integridade física da sogra e de uma filha. Em seis meses esta foi a segunda vez que o homem acusado do quádruplo homicídio em Barcelos esteve perante a justiça.

  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
  • Trump diz que Obamacare vai "colapsar"

    Mundo

    O Presidente norte-americano tentou desvalorizar a derrota política sofrida na sexta-feira no Congresso, ao desistir da revogação da lei de saúde pública do seu antecessor, conhecida como Obamacare, afirmando que esta vai colapsar por si mesma.

  • Milhares nas cerimónias fúnebres de dirigente do Hamas

    Mundo

    Milhares de palestinianos participaram nas cerimónias fúnebres de um dirigente do Hamas, assassinado esta sexta-feira, na Faixa de Gaza. Vários homens armados acompanharam o cortejo fúnebre até à mesquita, onde se fizeram as últimas orações.

  • Guerra na Síria não dá tréguas
    1:51

    Mundo

    Na Síria e ao mesmo tempo que decorrem novas negociações de paz, a guerra não dá tréguas. As imagens mostram o resultados dos últimos raides aéreos nos subúrbios de Damasco. O balanço provisório é de mais de 30 mortos e pelo menos 50 feridos.