sicnot

Perfil

Economia

Principais intervenientes na privatização da TAP vão hoje ao Parlamento

Os principais intervenientes na privatização da TAP são hoje ouvidos na Comissão de Economia, Inovação e Obras Públicas no parlamento. O presidente da Autoridade Nacional da Aviação Civil, o ex-secretário de Estado das Infraestruturas, Transportes e Comunicações, bem como o presidente da TAP e os novos donos da companhia vão prestar esclarecimentos sobre o processo de venda da companhia aérea nacional.

© Paulo Whitaker / Reuters

Luís Silva Ribeiro, presidente da Autoridade Nacional da Aviação Civil, e Sérgio Monteiro, ex-secretário de Estado das Infraestruturas, Transportes e Comunicações, são ouvidos hoje na Comissão de Economia, Inovação e Obras Públicas, por causa do processo de privatização da TAP.

Os principais intervenientes na privatização da TAP estão a ser chamados ao Parlamento para prestar esclarecimentos sobre o processo de venda da companhia aérea nacional.

Na sequência do requerimento do Bloco de Esquerda, aprovado em março por unanimidade, estão a ser chamados, do lado dos governos, o antigo ministro da Economia António Pires de Lima, o ex-secretário de Estado dos Transportes Sérgio Monteiro e o atual ministro das Infraestruturas, Pedro Marques, que tem a tutela da transportadora aérea nacional.

Os novos donos da TAP - os empresários David Neeleman e Humberto Pedrosa - também são ouvidos na comissão de Economia, Inovação e Obras Públicas, bem como o presidente executivo da TAP, Fernando Pinto.

Com Lusa

  • UGT reivindica que salário mínimo ultrapasse os 600€
    0:26

    Economia

    O secretário-geral da UGT reivindica que até 2019 o salário mínimo nacional ultrapasse os 600 euros. Este sábado, num congresso distrital na Guarda, Carlos Silva considerou que o Governo tem condições para ir mais além e voltou a defender que para o próximo ano o patamar mínimo para a negociação deve ser os 585 euros.

  • 950 militares cercam a Rocinha, no Rio de Janeiro
    2:36
  • Franceses em protesto contra reformas de Macron
    1:04
  • Tony Carreira em Paris com sala cheia
    2:36

    Cultura

    O cantor Tony Carreira actuou ontem em Paris e teve sala cheia a aplaudir os temas que o tornaram conhecido há quase 30 anos. As recentes acusações de plágio não parecem afectar a popularidade do artista, que vai continuar em tournée. A Sic acompanhou o artista neste concerto.