sicnot

Perfil

Economia

Portugal coloca 1.000 M€ em dívida a 3 e 11 meses a taxas mais altas

Portugal colocou hoje 1.000 milhões de euros em Bilhetes do Tesouro a três e 11 meses a taxas médias superiores às dos anteriores leilões comparáveis, tendo a do prazo mais curto passado de negativa para positiva.

© Jose Manuel Ribeiro / Reuters (Arquivo)

Segundo a página do IGCP - Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública na Bloomberg, no prazo de 11 meses foram colocados hoje 755 milhões de euros à taxa de juro média de 0,146%, superior à verificada no anterior leilão comparável de 22 de abril, de 0,037%.

A procura atingiu 1.213 milhões de euros, 1,61 vezes o montante colocado.

Em relação aos BT a três meses, o IGCP colocou 245 milhões de euros a uma taxa de juro média de 0,075%, também superior à de -0,004% verificada no anterior leilão desta maturidade em 22 de abril.

O total de propostas dos investidores para esta maturidade atingiu 639 milhões de euros, mais de 2,6 vezes o montante colocado.

O IGCP tinha anunciado para hoje a realização de dois leilões de Bilhetes do Tesouro para colocar entre 750 e mil milhões de euros.

Lusa

  • Dirigentes do GD Ribeirão acusados de auxílio à emigração ilegal
    1:34

    Desporto

    Oito dirigentes do Grupo Desportivo de Ribeirão, um clube de Vila Nova de Famalicão que fechou as portas em 2015, foram acusados pelo Ministério Público.Em causa, estão suspeitas de auxílio à emigração ilegal ou falsificação de documentos, relacionadas com transferências de jogadores estrangeiros em situação ilegal.

  • O primeiro eclipse solar do ano
    0:57
  • O Nokia 3310 está de volta
    1:16