sicnot

Perfil

Economia

Ministros das Finanças da UE só decidem sanções a Portugal e Espanha em julho

Ministros das Finanças da UE só decidem sanções a Portugal e Espanha em julho

Os ministros das Finanças adiaram para julho a aprovação da recomendação que dá a Portugal mais um ano para corrigir o défice excessivo. Em julho serão também discutidas as eventuais sanções. A Ecofin aprovou hoje a saída da Irlanda, Chipre e Eslovénia do procedimento por défice excessivo.

  • Bruxelas propõe que prazo para corrigir défice seja estendido até ao final do ano
    1:37

    Economia

    A Comissão Europeia propôs que prazo para corrigir o défice seja estendido até ao fim do ano. Os ministros das Finanças não deverão aprovar mais um ano para que Portugal corrija o défice, enquanto a Comissão não decidir o que fazer com o procedimento por défice excessivo e a possibilidade de sanções. Aumenta a pressão para que Bruxelas tome uma decisão na primeira semana do próximo mês. O ECOFIN deverá decidir a 12 de julho

  • Centeno e Moscovici discutiram défice e eventuais sanções
    0:50

    Economia

    O ministro das Finanças esteve reunido hoje com o comissário europeu dos Assuntos Económicos, no Luxemburgo. No final do encontro, Pierre Moscovici disse estar a trabalhar para ser encontrada a melhor solução, no caso português no que diz respeito à derrapagem no défice e às eventuais sanções.

  • Decisões sobre sanções "em julho, não hoje"
    0:39

    Economia

    Os ministros das Finanças discutem hoje as recomendações que a Comissão fez em maio para os vários países. Mas no caso português e espanhol, o ECOFIN espera ainda por uma decisão da Comissão sobre o procedimento por défice excessivo. O ministro holandês das Finanças que tem criticado o adiamento de uma possível aplicação de sanções, foi esta manhã menos crítico. Jeroen Dijsselbloem diz que as decisões para Portugal só serão tomadas no próximo mês.

  • Caixa multibanco assaltada em Portugal a cada dois dias
    2:43

    País

    O semanário Expresso conta que a mulher que morreu vítima de um disparo de agentes da PSP foi atingida pelas costas. O caso está a ser investigado pela PJ, que procura encaixar as peças da noite que acabou com uma morte inocente mas que começou com uma perseguição a um grupo de assaltantes de um multibanco. Assaltos que são cada vez mais comuns e que preocupam o Governo. A cada dois dias, uma caixa é assaltada.

  • Metro de Lisboa vai reduzir consumo de água

    País

    O Metro de Lisboa colocou em prática um programa para reduzir o consumo de água devido à situação de seca em Portugal, respondendo assim ao apelo do Ministério do Ambiente, segundo um comunicado divulgado este sábado.