sicnot

Perfil

Economia

Tusk diz que consolidação orçamental portuguesa "está no bom caminho"

Tusk diz que consolidação orçamental portuguesa "está no bom caminho"

O Presidente do Conselho Europeu diz que Portugal é um exemplo de determinação perante as dificuldades. Donald Tusk defende ainda que o país está no bom caminho em termos orçamentais.

Já o primeiro-ministro afirmou que, nas próximas semanas, Bruxelas vai recolher dados atualizados e confirmar a correção da execução orçamental.

Estas posições foram transmitidas por Donald Tusk e por António Costa em conferência de imprensa conjunta, após terem estado mais de uma hora reunidos em São Bento.

Na sua curta declaração sobre o tema das sanções, o presidente do Conselho Europeu começou por referir que as instituições europeias têm "procedimentos objetivos" em relação à questão dos défices excessivos por parte dos seus Estados-membros.

"A questão do défice excessivo de Portugal não estará por isso na agenda do próximo Conselho Europeu, mas espero que os ministros das Finanças (Eurogrupo) a discutam em julho", apontou Donald Tusk.

Já o primeiro-ministro português salientou que o tema da aplicação de eventuais sanções a Portugal "não foi particularmente abordado" na reunião com Donald Tusk, até porque a Comissão Europeia reserva para julho uma posição sobre essa matéria.

"Nas próximas semanas, a Comissão Europeia recolherá dados mais atualizados sobre a execução orçamental, o que é importante para confirmar que a execução deste ano está a decorrer em linha com o projetado e que, portanto, ainda menos se justifica a aplicação de sanções. Apesar de não se ter alcançado o objetivo do défice no ano passado, Portugal está este ano numa trajetória positiva", sustentou.

Ainda sobre a execução orçamental deste ano, António Costa defendeu que, tanto os dados da despesa, como os da receita, "confirmam" essa trajetória das finanças públicas portuguesas.

"Espero que isso ajude a confirmar da parte da Comissão Europeia a inoportunidade que seria aplicar sanções", completou, antes de salientar que o Conselho Europeu só se pronunciará em matéria de sanções após uma proposta da Comissão.

"Não tendo ainda havido uma proposta da Comissão, o Conselho Europeu não se pronuncia sobre essa matéria", acrescentou.

Com Lusa

  • O papel da religião no quotidiano
    24:57
  • Jane Goodall iniciou palestra com sons semelhantes aos dos chimpanzés
    2:18

    País

    A investigadora Jane Goodall esteve esta quinta-feira em Lisboa para participar numa conferência da National Geographic. A primatóloga começou o seu discurso com sons semelhantes aos dos chimpanzés. Numa entrevista à SIC, Goodall falou sobre os chimpanzés e sobre o trabalho que continua a desenvolver em todo o mundo, em prol do ambiente, dos animais e das pessoas. 

  • NATO vai aumentar luta contra o terrorismo

    Mundo

    O secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, disse que os aliados da NATO concordaram esta quinta-feira em aumentar a luta contra o terrorismo e em "investir mais e melhor" na Aliança.

  • Trump empurra líder do Montenegro para ficar à frente na fotografia

    Mundo

    A reunião de líderes dos Estados-membros da NATO, que decorreu esta quinta-feira em Bruxelas, na Bélgica, ficou marcada por um momento insólito em que o Presidente norte-americano não quis abdicar de ficar no melhor plano possível nas fotografias de grupo. Nem que para isso tenha sido necessário empurar o líder de outro país.

  • O humor de John Kerry nas críticas a Trump
    0:40

    Mundo

    John Kerry criticou as ligações de Donald Trump com a Rússia durante um discurso de abertura, na Universidade de Harvard. O ex-secretário de Estado norte-americano disse, em tom de brincadeira, que se os jovens querem vingar na política, devem primeiro aprender a falar russo.