sicnot

Perfil

Economia

Bilionário egípcio diz estar preparado para investir na operadora Oi

O bilionário egípcio Naguib Sawiris disse hoje estar preparado para investir na operadora de telecomunicações brasileira Oi, que na última segunda-feira pediu proteção contra falência para negociar dívidas de 19 mil milhões de dólares.

© Amr Dalsh / Reuters

A informação foi dada por Sawiris numa entrevista à Bloomberg.

O bilionário, que detém uma participação maioritária na Orascom Telecom Media, do Egito, disse que a Oi tem um grande potencial se sua dívida for reestruturada e se conseguir um forte aumento de capital.

"A Oi precisa de um acionista com um sólido conhecimento em telecomunicações para resolver os seus problemas operacionais e financeiros", disse Sawiris.

O empresário egípcio não é o único bilionário estrangeiro que demonstrou interesse na Oi. Em fevereiro, o russo Mikhail Fridman fez uma proposta para ajudar a financiar uma fusão entre a Oi e a unidade brasileira da Telecom Italia, a Tim Participações SA.

Sobre uma possível fusão entre Oi e a Tim, Sawiris afirmou à Bloomberg que a operação faria "muito sentido", mas que primeiro a Oi precisa de andar com as suas próprias pernas.

O empresário egípcio referiu que iria "acolher" um acordo com Fridman, um antigo parceiro de negócios, mas não especificou como seria este investimento.

A Oi pediu proteção contra falência na segunda-feira depois de não conseguir chegar a um acordo com seus credores na sequência de uma série de fusões e mudanças de gestão.

Segundo a companhia, o total dos créditos com pessoas não controlados pela Oi, listados nos documentos protocolados com o pedido de recuperação judicial, somava aproximadamente 65,4 mil milhões de reais (17 mil milhões de euros).

Hoje, a Oi anunciou que convocou para dia 22 de julho uma assembleia-geral extraordinária para ratificar o pedido de recuperação judicial.

A Pharol, antiga PT SGPS, detém 27,5% da operadora da Oi e ficou com a dívida da Rioforte, 'holding' do grupo Espírito Santo, que deixou um 'buraco' de 847 milhões de euros na PT Portugal, operadora que foi comprada em 2015 pelo grupo francês Altice, que deixou de fora da aquisição aquela dívida.

Lusa

  • CMVM suspende ações da Pharol depois de pedido de recuperação judicial da Oi
    2:58

    Economia

    A Oi, a gigante brasileira das telecomunicações, está a um passo da falência e entrou com um pedido de recuperação judicial. A decisão foi anunciada ontem à noite e levou a CMVM a suspender, hoje durante todo o dia, as ações da Pharol - que é acionista da Oi. O regulador impediu também que fossem negociadas obrigações da PT que venciam já no próximo mês e que podem não ser pagas dentro do prazo. Em causa mais de 200 milhões de euros de clientes do retalho.

  • Reembolso das obrigações da PT não deverá ser feito dentro do prazo
    1:14

    Economia

    O reembolso das obrigações da PT não deverá ser feito no prazo devido já que a Oi poderá falhar o pagamento que deveria ser feito a 26 de julho. À SIC, o advogado Luís Miguel Henrique, que esteve ligado a outros casos como o do BPP e BES, alerta para que este seja o cenário mais provável e deixa conselhos a quem comprou estas obrigações.

  • Negociação na bolsa das ações da Pharol suspensa
    2:14

    Economia

    A decisão foi tomada pela CMVM esta manhã e estende-se também a uma linha de obrigações da PT que arrisca não ser reembolsada dentro do prazo, que termina já no próximo mês.O regulador dos mercados só vai levantar a suspensão depois de serem divulgados mais dados sobre o pedido de recuperação judicial da OI, a empresa brasileira onde a Pharol é acionista e que pediu ontem à noite proteção dos credores.

  • Mais de 50 concelhos do país em risco máximo de incêndio

    País

    Mais de meia centena de concelhos de dez distritos do país estão hoje em risco 'máximo' de incêndio, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA). De acordo com o IPMA, estão sob este aviso 51 concelhos dos distritos de Castelo Branco, Faro, Portalegre, Santarém, Coimbra, Leiria, Guarda, Vila Real, Viseu e Bragança.

  • "Ao contrário do que diz a direita, o futuro dos jovens é aqui"
    0:52

    Economia

    António Costa atacou esta sexta-feira à noite a direita com o aumento do emprego jovem. Perante vários jovens no acampamento nacional da Juventude Socialista, o secretário-geral do PS dirigiu-se ainda aos partidos de direita para garantir que o aumento do salário mínimo está a criar mais emprego com maior qualidade.

  • Uma viagem aérea por Pegões
    1:00
    Visão de Portugal

    Visão de Portugal

    DIARIAMENTE NO JORNAL DA NOITE

    O espaço Visão de Portugal, do Jornal da Noite da SIC, mostra o país através de imagens aéreas. A rubrica leva-nos esta sexta-feira a sobrevoar Pegões, no concelho de Tomar. 

  • Porto eleito pela terceira vez o melhor destino europeu 
    2:53

    País

    O Porto foi eleito o melhor destino europeu pela terceira vez e as distinções internacionais não param de chegar. Desta vez os elogios chegam através da norte-americana CNN. Os preços acessíveis, a gastronomia, a história e a arquitetura são os pontos da cidade que tem a rua com maior tráfego do país. 

  • Lisboa é o terceiro melhor destino de cruzeiros
    1:22

    País

    O Turismo em Lisboa tem registado um crescimento. A cultura, a arte e os preços baixos são os pontos fortes apontados pelos turistas. A capital é já considerada o terceiro melhor destino de cruzeiros. O novo terminal do porto de Lisboa e a ligação direta a Pequim deverão aumentar ainda mais o número de visitantes.

  • Ir ao Minho e a Sintra
    22:50
  • Líder da Palestina hospitalizado

    Mundo

    O Presidente palestiniano, Mahmud Abbas, de 82 anos, foi hospitalizado este sábado em Ramallah, na Cisjordânia, para se submeter a um "exame de rotina" durante algumas horas, anunciou um porta-voz.