sicnot

Perfil

Economia

MEO e NOS começam a vender equipamentos móveis desbloqueados

O MEO vai vender a partir de hoje todos os seus equipamentos móveis desbloqueados, um movimento que a NOS também fará na próxima semana.

© Mike Segar / Reuters (Arquivo)

O anúncio do MEO surgiu hoje, tornando-se assim no primeiro operador nacional a desbloquear todos os equipamentos móveis, naquilo que considera ser "a introdução de um novo paradigma no mercado português".

"Introduzindo um novo paradigma no acesso aos equipamentos móveis, o MEO permite aos seus clientes passarem a adquirir todos os modelos do seu portefólio já desbloqueados", diz a operadora em comunicado, colocando o enfoque nos serviços que são disponibilizados, como a oferta adicional de 5 Gigabytes de Internet nos 'smartphones'.

Como tal, acrescenta que todos os equipamentos móveis do MEO adquiridos a partir de agora, desde telemóveis, 'tablets', placas ou 'routers wireless' (dispositivo que encaminha pacotes de dados entre redes de computadores), estão desbloqueados de origem ou podem ser desbloqueados gratuitamente em qualquer momento, "mediante a solicitação do respetivo código de desbloqueio (SUK), em meo.pt ou nos pontos de venda MEO".

A NOS adiantou também à Lusa que a partir da próxima semana vai "comercializar todos os telemóveis desbloqueados e para sempre, num movimento que revoluciona o mercado de terminais móveis em Portugal".

"A NOS disponibiliza a partir de agora todos os telemóveis desbloqueados. Numa primeira fase, os clientes apenas terão que proceder ao desbloqueio dos terminais, sem quaisquer custos, em loja ou através do 'site' (www.nos.pt). Posteriormente, todos os equipamentos comercializados pela NOS serão disponibilizados já desbloqueados no momento da compra", detalha a operadora.

Por sua vez, a Vodafone explicou que a sua campanha "assenta numa proposta de valor diferente", que passa pela disponibilização de 15 gigabytes de Internet este verão na compra de equipamentos 4G (quarta geração) incluídos na campanha".

Lusa

  • Relatório pedido pelo Governo PSD-CDS já apontava falhas no SIRESP
    2:26
  • Proteção Civil aponta falhas do SIRESP, operadora diz que esteve à altura do fogo
    4:22
  • Temer pode cair menos de um ano depois da queda de Dilma
    3:06
  • Imagens do resgate de crianças feridas num bombardeamento na Síria
    2:00

    Mundo

    Os Estados Unidos acusam o regime sírio de estar a preparar um novo ataque químico e avisam Bashar al-Assad que vai pagar caro se o concretizar. No terreno, os ataques aéreos continuam a fazer vítimas civis. Da periferia de Damasco chegam imagens dramáticas do resgate de duas crianças feridas num bombardeamento.

  • Mulher atira moedas para o motor do avião por superstição

    Mundo

    As superstições levam as pessoas a fazer coisas bizarras e até, mesmo, perigosas. Este foi o caso de uma mulher chinesa que decidiu atirar moedas para o motor de um avião, para garantir boa sorte na viagem, que estava prestes a fazer. Contudo, a ação obrigou ao atraso do voo que partia de Xangai, numa companhia aérea chinesa.

  • Modelo italiana atacada com ácido volta ao trabalho

    Mundo

    Gessica Notaro, antiga concorrente do concurso Miss Itália, já regressou ao trabalho como treinadora de leões marinhos, cinco meses depois de ter sido atacada com ácido, alegadamento pelo ex-namorado, Jorge Edson Tavares. Gessica Notaro diz que quer inspirar e encorajar outras mulheres a lutar contra o assédio e o bullying nas relações.