sicnot

Perfil

Economia

Pilotos da Air France cancelam greve do próximo fim de semana

Os sindicatos dos pilotos da Air France decidiram hoje desconvocar a greve marcada para o período entre 24 e 27 de junho.

© Philippe Wojazer / Reuters

O cancelamento da greve ocorreu depois de uma reunião com o futuro presidente da Air France, Jean-Marc Janaillac, que toma posse a 04 de julho, que prometeu congelar a aplicação de certas medidas nos salários dos pilotos em troca de uma trégua de quatro meses.

Em resposta, os três sindicatos, que representam os pilotos da Air France, "decidiram suspender a greve", disse a secretária-geral do Sindicato Nacional de Pilotos, Veronica Damon.

Jean-Marc Janaillac pediu aos representantes dos pilotos para não fazerem greve até 01 de novembro para ter tempo para desenhar um "novo projeto estratégico" para a empresa.

A última greve dos pilotos da Air France, entre 11 e 14 de junho, obrigou ao cancelamento de 1.030 voos e afetou 127.000 passageiros, segundos dados da companhia aérea francesa.

Lusa

  • "Sempre nos disseram que bastava o Aves ganhar para estar na Liga Europa"
    0:34

    Desporto

    O Presidente da SAD do Desportivo das Aves garante que não houve esquecimento ou atraso na inscrição do clube na Liga Europa. Luiz Andrade afirma que sempre lhe disseram que bastava vencer a Taça de Portugal para marcar presença na competição e que ainda não sabe se o clube pode ou não jogar a fase de grupos da competição europeia.

  • "Fui violada por Harvey Weinstein aqui em Cannes"
    1:02

    Cultura

    A cerimónia de encerramento do Festival de Cinema de Cannes ficou ainda marcada pelo discurso de Asia Argento. A atriz italiana que acusou Harvey Weinstein de a ter violado justamente numa das edições do festival de Cannes, e que há mais abusadores à solta.

  • As primeiras imagens das quatro crias da lince Malva
    0:20
  • Exército sírio declara Damasco "totalmente segura"

    Mundo

    O exército sírio proclamou esta segunda-feira a capital Damasco e também os arredores, como locais "totalmente seguros". O anúncio foi feito em clima de festa, depois de os militares terem reconquistado os bairros do sul da cidade, até agora nas mãos do Daesh.