sicnot

Perfil

Economia

Airbnb com impacto de 267,7 M€ na economia de Lisboa em 2015

A plataforma online de alojamento Airbnb teve um impacto de 267,7 milhões de euros na economia de Lisboa em 2015, ano em que a capital portuguesa recebeu 433 mil hóspedes registados através desta aplicação, revela um estudo hoje divulgado.

© Yuya Shino / Reuters

Nos 267,7 milhões de euros, incluem-se 42,8 milhões recebidos pelos anfitriões que disponibilizaram casas ou quartos no ano passado, bem como 224,9 milhões gastos pelos hóspedes no comércio local - em restaurantes (37%), compras (21%), entretenimento (15%), transportes (13%), supermercado (12%), entre outras despesas.

As conclusões inserem-se num estudo sobre o impacto económico e social da plataforma em Lisboa, resultante de um inquérito feito a utilizadores da Airbnb que abrangeu entre mil a quatro mil hóspedes e anfitriões.

Segundo o documento, que foi apresentado num encontro com jornalistas em Lisboa, no ano passado chegaram 433 mil hóspedes à cidade, número que mais do que duplicou face a 2014 (213 mil).

A estadia foi, em média, de 4,1 noites. Na hotelaria, a média ronda as duas noites.

Quanto à origem, vieram essencialmente da Europa (81%), de países como França e Alemanha.

Em 91% dos casos, as deslocações foram feitas em contexto de lazer, sendo que em 3% dos casos se relacionaram com o trabalho (como conferências ou negócios).

"Vemos um crescimento significativo da atividade e vemos, também, como é que este crescimento está a ajudar as famílias e a classe média a beneficiar diretamente do turismo e a desenvolver uma nova maneira de receber os visitantes, mais ligada ao caráter tradicional da cidade", disse à agência Lusa o responsável pelas políticas públicas da empresa em Portugal e Espanha, Àngel Mesado.

O estudo revela que 4.550 anfitriões tiveram hóspedes no ano passado, ganhando, em média, um rendimento mensal de 530 euros.

Em 73% dos casos, toda a casa foi arrendada ou estava apta para tal, enquanto em 26% apenas se alugou um quarto privado. No restante 1%, o espaço foi partilhado.

Quanto ao perfil do anfitrião, tem uma idade média de 39 anos e vive há cerca de 25 anos em Lisboa.

São essencialmente as mulheres (51%) que arrendam as suas casas ou quartos.

Em 43% dos casos, os ganhos gerados através da Airbnb são usados para pagar as contas.

"Há pessoas que estão a conseguir sobreviver e a manter as suas casas graças a este rendimento extra", apontou, por seu turno, o representante da empresa em Portugal, Ricardo Macieira.

A título de exemplo, o responsável falou de "anfitriões que ficaram sem o parceiro de quarto da casa e cuja única solução foi pôr um anúncio na Airbnb" para fazer face às despesas.

Quanto à localização, Ricardo Macieira assinalou que 70% das casas e quartos arrendados no ano passado ficavam fora dos bairros do centro histórico, em zonas como Alvalade e Beato.

"E é aí que nos queremos focar", vincou.

Relativamente a uma possível sobrelotação do mercado, Ricardo Macieira assegurou que a situação "é sustentável", tendo em conta "o contexto da cidade".

No que toca à taxa turística de Lisboa, que começou a ser cobrada pela Airbnb em maio, os responsáveis escusaram-se a revelar qual o valor já cobrado e qual a estimativa para este ano, mas mostraram-se satisfeitos "com os primeiros passos do sistema".

Lusa

  • "Há uma grande diferença em relação à anterior liderança do PSD"
    14:29

    País

    O ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques, esteve esta quarta-feira na Edição da Noite da SIC Notícias. As novas relações com o PSD e a reprogramação do Portugal 2020 foram alguns dos temas de conversa. Pedro Marques defende que existe "uma grande diferença" entre as lideranças de Passos Coelho e Rui Rio no PSD.

    Entrevista SIC Notícias

  • Dia de homenagens e muito futebol para Marcelo em São Tomé
    3:01

    País

    No segundo dia da visita de Estado a São Tomé e Príncipe, o Presidente da República prestou homenagem às vítimas do massacre de Batepá, em 1953. Marcelo Rebelo de Sousa não pediu desculpa pela história, mas lembrou que é preciso assumir as coisas menos boas do passado. O dia terminou com o Presidente a mostrar que ainda está em forma.

    Enviados SIC

  • Patinadora enfrenta "pesadelo" nos Olímpicos

    Desporto

    A patinadora Gabriella Papadakis enfrentou na segunda-feira um dos "piores pesadelos" da sua vida, durante a estreia nos Jogos Olímpicos de Inverno, em Pyeongchang, na Coreia do Sul. Durante a apresentação, a parte de cima do vestido da francesa saiu do lugar e revelou parte do seu seio. Mas este não foi o único caso de incidentes com figurinos. Também a sul-coreana Yura Min quase ficou despida durante a sua apresentação.

    SIC

  • Casal mantinha filhos trancados sem comida

    Mundo

    Se pensava que só existia uma casa dos horrores, a da família Turpin, desengane-se. A polícia de Tucson, no estado norte-americano do Arizona, deteve na terça-feira um casal que mantinha os quatro filhos adotivos trancados em quartos separados.

    SIC

  • Pigcasso, a porca pintora que tem uma galeria de arte

    Mundo

    O nome sugere o talento da artista que vive na Cidade do Cabo, na África do Sul. Pigcasso estava prestes a morrer, quando foi resgatada por uma ativista que a ajudou a enveredar pelo caminho da pintura. Desde pequena começou a pegar em pincéis e agora é o primeiro animal do mundo com uma galeria de arte, onde já lançou a sua primeira exposição intitulada 'Oink!'.