sicnot

Perfil

Economia

Marisa Matias diz que Wolfgang Schäuble decidiu "acicatar mercados"

A eurodeputada do Bloco de Esquerda Marisa Matias afirmou esta quarta-feira que as declarações do ministro das Finanças alemão sobre Portugal "só se percebem num quadro de tentar acicatar os mercados".

JOS\303\211 COELHO

O ministro das Finanças alemão, Wolfgang Schäuble, afirmou hoje que Portugal está a pedir "um segundo programa" e que "vai consegui-lo", em declarações citadas pela agência de informação financeira Bloomberg.

Mais tarde, já em declarações aos jornalistas, o governante alemão corrigiu as suas declarações: "Os portugueses não o querem e não vão precisar (de um segundo resgate) se cumprirem as regras europeias".

"São declarações que só se percebem num quadro de tentar acicatar os mercados uma vez que a execução orçamental em Portugal está a correr bem", disse a eurodeputada, dando também como exemplo os dados do défice relativos a maio deste ano, que mostram que diminuiu.

O défice orçamental em contas públicas fixou-se nos 395 milhões de euros até maio, menos 453 milhões do que no mesmo período do ano passado, segundo dados Ministério das Finanças.

"Neste contexto, o ministro das Finanças alemão resolveu acicatar os mercados", vincou Marisa Matias.

Para a eurodeputada do BE, no contexto que se está a viver atualmente na União Europeia de "incerteza e enorme instabilidade", devido à decisão do Reino Unido de sair do bloco europeu, as declarações do ministro alemão não fazem "muito sentido".

"Sei que já desmentiram as suas declarações, mas não faz sentido neste contexto estar ainda a criar mais instabilidade social e nos mercados. Há uma enorme obsessão ideológica e uma vontade permanente de colocar pressão e chantagem em relação ao povo português", afirmou Marisa Matias.

Lusa

  • Os negócios menos claros do filho de Pinto da Costa
    1:55

    Football Leaks

    Com o escândalo dos agentes de futebol a dar que falar, o Expresso revela este sábado os negócios menos claros do filho de Pinto da Costa. O nome da empresa de que é administrador, a Energy Soccer, surge na investigação em transferências de jogadores que envolvem o Futebol Clube do Porto num conflito de interesses.

  • BCE autoriza CGD a avançar com recapitalização

    Caso CGD

    A Caixa Geral de Depósitos informou esta sexta-feira que vai prosseguir com as operações da primeira fase do aumento de capital, depois de ter obtido autorização para isso junto do Banco Central Europeu (BCE) e do Banco de Portugal.

  • Condutores apanhados a mais de 200 em corridas ilegais na Ponte Vasco da Gama
    1:25
  • A história da guerra em Alepo
    7:43
  • Reino Unido em alerta máximo de terrorismo

    Mundo

    O Reino Unido elevou o alerta de terrorismo para o nível máximo depois das declarações, esta quinta-feira, do chefe das secretas britânicas. O diretor do MI6 está preocupado com eventuais ataques contra o Reino Unido e outros aliados.

  • Uma "cidade fantasma" na Letónia
    3:10
  • O anúncio de natal que está a emocionar o mundo
    1:47