sicnot

Perfil

Economia

Sentimento económico na zona euro inverte tendência e recua em junho

O indicador do sentimento económico na zona euro recuou 0,2 pontos em junho, face a maio, para os 104,4, após dois meses consecutivos de crescimento, divulga hoje a Comissão Europeia.

(Reuters/Arquivo)

(Reuters/Arquivo)

Reuters

Já no conjunto dos 28 Estados-membros, o sentimento económico subiu em julho 0,1 pontos para os 105,7, segundo dados da Direcção-Geral dos Assuntos Económicos e Financeiros da Comissão Europeia, que foram recolhidos antes do anúncio do referendo britânico de 23 de junho, que ditou a saída do Reino Unido da União Europeia.

A ligeira quebra do indicador na zona euro resulta de descidas na confiança dos consumidores e empresários nos setores dos serviços, construção e comércio de retalho, enquanto no da indústria esta subiu.

Entre as cinco maiores economias da zona euro, o indicador macroeconómico aumentou na Holanda (2,1 pontos), Alemanha (1,6) e Espanha (0,8), tendo recuado em Itália (-3,6) e França (-1,7 pontos).

Em Portugal, o indicador do sentimento económico cresceu 0,9 pontos para os 106,1 de maio para junho.

Lusa

  • "Ataque terrorista" no centro de Barcelona

    Ataque em Barcelona

    Uma carrinha atropelou várias pessoas esta tarde em Barcelona, Espanha, na área turística de Las Ramblas. A polícia confirma oficialmente um morto e 32 feridos, mas outras fontes asseguram a existência de várias vítimas mortais. As autoridades falam de um "ataque terrorista" e revelaram a foto do suspeito.

    Direto

    SIC

  • Mação volta a enfrentar dias de pânico
    3:33
  • Fogo obrigou à evacuação de 6 aldeias do concelho do Sardoal
    1:56

    País

    O incêndio que chegou ao Sardoal obrigou à evacuação de seis aldeias. As pessoas foram encaminhadas para as instalações da Santa Casa da Misericórdia e vão regressando ao longo do dia de hoje. A A23 foi reaberta de madrugada, depois de ter estado várias horas cortada nos dois sentidos .

  • Ministra admite que a maioria dos incêndios começaram por mão humana
    1:57

    País

    A Ministra da Administração Interna admitiu esta quarta-feira que a maioria dos incêndios deste ano começaram por mão humana, mas Constança Urbano de Sousa entende que é cedo para tirar outras conclusões. Já o vice-presidente da Liga dos Bombeiros Portugueses, Adelino Gomes, diz que não há duvidas e fala em terrorismo organizado. 

  • Sismo na região de Lisboa sentido num raio de 150km
    3:19