sicnot

Perfil

Economia

Desemprego com novos mínimos na zona euro e na UE em maio

A taxa de desemprego foi, em maio, de 10,1% na zona euro e de 8,6% na União Europeia (UE), os valores mais baixos desde julho de 2011 e de março de 2009, segundo o Eurostat.

© Susana Vera / Reuters

Na zona euro, a taxa de desemprego de 10,1% compara com os 11,0% do mesmo mês de 2015 e os 10,2% de abril.

No conjunto da UE, os 8,6% ficam abaixo dos 9,6% do mês homólogo e dos 8,7% de abril.

Segundo o gabinete oficial de estatísticas da UE, as taxas de desemprego mais baixas foram registadas na República Checa (4,0%), em Malta (4,1%) e na Alemanha (4,2%), enquanto as mais elevadas se observaram na Grécia (24,1% em março) e em Espanha (19,8%).

No que respeita ao desemprego jovem, a taxa foi, em maio, de 20,7% na zona euro (contra os 22,4% homólogos) e de 18,6% na UE (abaixo dos 20,6% homólogos).

Malta (6,9%), Alemanha (7,2%) e República Checa (10,1%) registaram as menores taxas de desemprego jovem, enquanto a Grécia (50,4% em março), a Espanha (43,9%), a Itália (36,9%) e a Croácia (31,4%) as maiores.

Em Portugal, a taxa de desemprego foi de 11,6% em maio, estável face ao mês anterior e abaixo dos 12,4% homólogos.

Já o desemprego jovem chegou aos 28,6%, contra os 30,9% homólogos e os 29,8% em cadeia.

Lusa

  • NATO retoma diálogo com a Rússia

    Mundo

    O Conselho da NATO - Rússia foi instituído em 2002 e decorreu sem interrupções até à anexação da Crimeia, em 2014. O conflito separatista na Ucrânia dividiu a Aliança Atlântica e Moscovo e suspendeu toda a colaboração prática - desde civil a militar. Agora e na véspera da primeira reunião ministerial em Bruxelas com o estreante secretário de Estado americano Rex Tillerson, os países da NATO tentam a aproximação formal e reativação do diálogo político com Moscovo.

  • O poder da linguagem corporal nos tribunais
    9:12

    País

    Rui Mergulhão Mendes, especialista em 'profiling' na Emotional Business Academy, em Lisboa, esteve na Edição da Noite desta quarta-feira para explicar como é que um especialista em linguagem pode ajudar um tribunal a dar um veredito.