sicnot

Perfil

Economia

Portugal terá dez dias para provar que não merece sanções

Portugal terá dez dias para provar que não merece sanções

Caso a Comissão Europeia decida aplicar sanções, Mário Centeno terá dez dias para convencer os restantes ministros das Finanças que Portugal não merece a multa. O assunto será debatido amanhã em Estrasburgo.

  • Comissão Europeia adia decisão sobre sanções para o final da semana
    2:15

    Economia

    A Comissão Europeia adiou para o final da semana a decisão sobre a aplicação de sanções a Portugal e Espanha. Amanhã, o assunto será debatido pelo Colégio de Comissários, mas nada ficará decidido. O presidente da Comissão Europeia recebeu entretanto a carta de António Costa, em que o primeiro-ministro volta a pedir que não seja aplicada qualquer multa.

  • "Nem medidas adicionais, nem planos B"
    2:30

    Economia

    O primeiro-ministro voltou a dizer esta manhã que o país não precisa de mais medidas para cumprir as metas deste ano e que não as vai aplicar para agradar a Bruxelas, porque em nada mudariam os números do ano passado. A Comissão Europeia quer que Portugal e Espanha apresentem mais reformas, para não serem sancionados pelos défices excessivos de 2015, mas António Costa diz que implementar medidas agora não vai resolver os problemas do passado.

  • Caravana com cinzas de Fidel chega este sábado a Santiago de Cuba
    2:01
  • Obama diz que Guterres "tem uma reputação extraordinária"
    1:38

    Mundo

    António Guterres diz que vai trabalhar com Barack Obama e também com Donald Trump, na reforma das Nações Unidas. O futuro secretário-geral da ONU foi recebido por Obama, na Casa Branca, onde recebeu vários elogios do presidente norte-americano.

  • Morreu o palhaço que fazia rir as crianças de Alepo

    Mundo

    Anas al-Basha, mais conhecido como o Palhaço de Alepo, morreu esta terça-feira durante um bombardeamento aéreo na zona dominada pelos rebeldes. O funcionário público mascarava-se de palhaço para ajudar a trazer algum conforto e alegria às crianças sírias, que vivem no meio de uma guerra civil.