sicnot

Perfil

Economia

Preço das casas em Portugal subiu 5,4% com exceção do Alentejo e da Madeira

O preço das casas em Portugal aumentou 5,4% no segundo trimestre deste ano, em relação ao primeiro trimestre, com exceção do Alentejo e da Madeira, que registaram uma descida de 3,3%, segundo dados da plataforma imobiliária Idealista hoje divulgados.

"Com esta subida, o preço da habitação situa-se nos 1.187 euros por metro quadrado", revelou o índice de preços da plataforma Idealista.

No segundo trimestre deste ano, face ao trimestre anterior, a região de Lisboa verificou uma subida de 6% no valor a pagar pelas casas, com o preço a rondar os 1.451 euros por metro quadrado, pelo que "continua a ser a região mais cara" do país.

Depois de Lisboa, o Algarve é a segunda região mais cara para comprar casa em Portugal, uma vez que o preço se situa nos 1.361 euros por metro quadrado, após o aumento de 4% registado entre maio e junho deste ano.

De acordo com o índice de preços, o valor a pagar pelas casas também subiu na região Norte - onde a habitação custa 907 euros por metro quadrado, depois de um aumento de 2% - e na região Centro, que verificou uma subida de 1,9% e colocou o valor nos 948 euros por metro quadrado.

"Excluindo o Alentejo e a Madeira, todas as regiões viram os seus preços aumentarem", sublinhou a plataforma Idealista, referindo que nestas duas regiões "os proprietários pedem menos 3,3% pelas suas casas em relação ao primeiro trimestre de 2016".

Apesar da descida do preço das casas, a Madeira ocupa a terceira posição da tabela das regiões mais caras para adquirir habitação em Portugal, com o valor a situar-se nos 1.102 euros por metro quadrado, seguida do Alentejo, onde o preço a pagar é de 1.101 euros por metro quadrado.

Por distritos, o maior aumento do preço das casas foi em Lisboa (9,1%), seguindo-se Castelo Branco (6,7%) e Faro (4%). Já a maior descida foi registada na Madeira (-3,3%), seguida por Viana do Castelo (-3%) e Setúbal (-1,1%).

"Em comparação com o primeiro trimestre de 2016, os distritos que viram os seus preços subirem foram 11", afirmou a plataforma imobiliária.

Durante o segundo trimestre deste ano, o ranking dos distritos mais caros é liderado por Lisboa, seguida por Faro e Coimbra, enquanto Santarém, Braga e Castelo Branco são os distritos com os preços mais reduzidos.

No ponto de vista das capitais de distrito, o aumento do preço das casas registou-se em oito capitais, mas a subida mais acentuada foi em Castelo Branco (7,5%), seguida pelo Porto (4,4%) e Beja (3,9%). Por outro lado, Coimbra assistiu a uma descida dos preços (-6,2%), assim como Viana do Castelo (-3,8%) e Aveiro (-2,8%).

"Lisboa é a capital de distrito onde é mais caro comprar, sendo 2.716 euros por metro quadrado", frisou o índice de preço, afirmando que de seguida encontra-se o Porto e Coimbra.

Os dados da plataforma Idealista indicam ainda as capitais de distrito mais económicas para comprar casa são Braga, Santarém e Castelo Branco.

Segundo a plataforma imobiliária Idealista - usada em Portugal para comprar, vender ou arrendar -, este índice de preços imobiliários analisou "40.926 anúncios que estão ou já estiveram anunciados na base de dados do Idealista, entre 15 de abril e 15 de junho de 2016".

Lusa

  • "Sempre nos disseram que bastava o Aves ganhar para estar na Liga Europa"
    0:34

    Desporto

    O Presidente da SAD do Desportivo das Aves garante que não houve esquecimento ou atraso na inscrição do clube na Liga Europa. Luiz Andrade afirma que sempre lhe disseram que bastava vencer a Taça de Portugal para marcar presença na competição e que ainda não sabe se o clube pode ou não jogar a fase de grupos da competição europeia.

  • "Fui violada por Harvey Weinstein aqui em Cannes"
    1:02

    Cultura

    A cerimónia de encerramento do Festival de Cinema de Cannes ficou ainda marcada pelo discurso de Asia Argento. A atriz italiana que acusou Harvey Weinstein de a ter violado justamente numa das edições do festival de Cannes, e que há mais abusadores à solta.

  • As primeiras imagens das quatro crias da lince Malva
    0:20
  • Exército sírio declara Damasco "totalmente segura"

    Mundo

    O exército sírio proclamou esta segunda-feira a capital Damasco e também os arredores, como locais "totalmente seguros". O anúncio foi feito em clima de festa, depois de os militares terem reconquistado os bairros do sul da cidade, até agora nas mãos do Daesh.