sicnot

Perfil

Economia

Multa a Portugal pode ser "zero" mesmo que Ecofin avance com procedimento

O comissário europeu para o Euro, Valdis Dombrovskis, salientou hoje que se o Conselho de Ministros das Finanças da UE seguir as recomendações de Bruxelas para Portugal será aberto um procedimento, mas poderá não haver multa.

Vice-presidente da Comissão Europeia.

Vice-presidente da Comissão Europeia.

© Francois Lenoir / Reuters (Arquivo)

"Se a decisão de hoje for confirmada pelo Conselho dá origem a um procedimento", disse Dombroskis, em conferência de imprensa, salientando que se for decidida a aplicação de sanções, os países em causa -- Portugal e Espanha -- podem "apresentar motivos para as sanções serem reduzidas ou mesmo anuladas".

Também o comissário para os Assuntos Económicos e Financeiros, Pierre Moscovici, reforçou a possibilidade de os ministros das Finanças da União Europeia (UE) optarem por "uma multa igual a zero", sublinhando que a decisão compete ao Ecofin.

"Hoje está em causa uma avaliação objetiva do passado, não estão em causa sanções", sublinhou Moscovici.

O comissário lembrou que Portugal "devia ter corrigido o défice excessivo em 2015, mas este aumentou para 4,4%", salientando que mesmo sem o resgate do Banif, este ficaria "ligeiramente acima dos 3,0%".

Portugal "não cumpriu as metas, nem a nível nominal, nem estrutural", disse.

Dombrovskis, por seu lado, lembrou que "estamos a lidar com o rescaldo de uma crise económica e financeira", mas adiantou a necessidade se as finanças voltarem "ao bom caminho", sem défices excessivos.

A Comissão Europeia lançou hoje processos de sanções a Portugal e Espanha, ao concluir que os dois países não tomaram "medidas eficazes" para corrigir os seus défices excessivos, passando a palavra aos ministros das Finanças da União Europeia.

Após a Comissão adotar hoje recomendações ao Conselho a constatar que Portugal e Espanha "necessitarão de novos prazos a fim de corrigir os seus défices excessivo" (que no caso português era 2015), por não terem feito os esforços suficientes para atingir as metas estabelecidas, os ministros das Finanças dos 28 (Ecofin) deverão pronunciar-se já na reunião da próxima terça-feira sobre este parecer, após o que o executivo comunitário "tem a obrigação legal de apresentar, no prazo de 20 dias, uma proposta de multa a aplicar".

Lusa

  • Outros casos de fuga de prisões portuguesas
    2:58

    País

    Nos últimos cinco anos, 52 reclusos fugiram de cadeias portuguesas, mas foram todos recapturados. Entre 1999 e 2009, fugiram oito reclusos da prisão de Caxias. Em 2005, um homem condenado a 21 anos de prisão fugiu de Coimbra, viajando por França e pela Polónia. Manuel Simões acabou por ser detido no regresso a Portugal.

  • Portugal sem resposta de Moçambique sobre português desaparecido em Maputo
    1:25

    País

    Portugal tem tentado, sem sucesso, obter respostas das autoridades moçambicanas sobre o rapto de um empresário português há sete meses. De acordo com a notícia avançada este domingo pelo jornal Público, uma carta enviada há duas semanas pelo Presidente da República ao homólogo moçambicano não teve resposta. O Governo de Moçambique tem ignorado pedidos de informação das autoridades portuguesas.

  • Táxi capaz de sobrevoar filas de trânsito ainda este ano no Dubai

    Mundo

    É o sonho de muitos que passam horas intermináveis em filas de trânsito. Trata-se de um drone com capacidade para transportar pessoas. "Operações regulares" deste insólito aparelho terão início em julho, no Dubai. O anúncio foi feito pela entidade que gere os transportes da cidade. Apenas um passageiro, com o peso máximo de 100 kg, pode seguir viagem neste táxi revolucionário, capaz de sobrevoar vias congestionadas pelo trânsito.