sicnot

Perfil

Economia

Exportações caem 0,7% e importações descem 3,2% em maio

​As exportações caíram 0,7% e as importações 3,6% em maio deste ano, face a igual período do ano passado, segundo dados divulgados hoje pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

As exportações tiveram um  papel muito relevante no cresicmento económico

As exportações tiveram um  papel muito relevante no cresicmento económico

Segundo o INE, entre os principais países de destino em 2015, as maiores reduções homólogas em maio de 2016 verificaram-se nas exportações para parceiros Extra-UE, nomeadamente para Angola, em que a queda atinge os 42,5%, seguindo-se os Países Baixos, para onde as exportações também diminuíram 19,8%.

O défice da balança comercial de bens diminuiu 164 milhões de euros em maio de 2016, atingindo os 937 milhões de euros, face ao mesmo mês de 2015, enquanto o défice da balança comercial, excluindo os combustíveis e lubrificantes, aumentou 213 milhões de euros (totalizou -734 milhões de euros).

Em termos das variações homólogas mensais, as exportações decresceram 0,7% (-2,7% no mês anterior), devido à evolução do Comércio Extra-UE que apresentou uma descida de 10,1% (queda de 20,3% em abril de 2016), já que no Comércio Intra-UE aumentou 2,7% (subida de 4,1% em abril de 2016).

Já as importações diminuíram 3,6% (recuo de 7,0% no mês anterior), traduzindo o impacto da redução em 20% das importações Extra-UE (descida de 23,4% em abril), dado que as importações Intra-UE cresceram 2,5% (menos 1,8% em abril de 2016).

Excluindo os combustíveis e lubrificantes, as exportações aumentaram 2,2% e as importações 6,8% (respetivamente 1,1% e -0,2% em abril de 2016).

Desde junho de 2015, as exportações e importações, excluindo os combustíveis e lubrificantes, têm registado crescimentos superiores aos da totalidade das exportações e importações, um diferencial que o INE justifica com o impacto da redução dos preços relativos dos combustíveis e lubrificantes.

Em maio de 2016, no que se refere às variações face ao mês anterior, as exportações aumentaram 1,8%, devido à evolução registada nas exportações Extra-UE, e as importações cresceram 5,8%, sobretudo em resultado da evolução do Comércio Extra-UE.

Em maio deste ano, tanto nas exportações como nas importações "destaca-se claramente a redução dos combustíveis e lubrificantes" (queda de 32,9% e 52,9% respetivamente) face a maio de 2015, diz o INE, apontando que em sentido contrário, evidencia-se o aumento das exportações de máquinas e outros bens de capital (+9,8%) e das importações de material de transporte e acessórios (+12,3%) e de bens de consumo (+12,8%).

Em relação às importações, em maio de 2016 registaram-se grandes reduções face ao mesmo mês de 2015 em dois dos principais mercados fornecedores Extra-UE, Angola e Estados Unidos (-99,7% e -39,7%, respetivamente).

Já no trimestre terminado em maio de 2016, as exportações de bens decresceram 2,3% e as importações de bens diminuíram 3,6% face ao período homólogo.

O INE introduz ainda no destaque de hoje informação específica sobre as transações comerciais de bens de Portugal com o Reino Unido, mostrando que no primeiro trimestre deste ano as exportações para aquele destino cresceram 5,7% face ao mesmo período de 2015, enquanto na evolução global se registou uma redução de 1,7%.

Neste período apenas as exportações para França e Espanha apresentaram aumentos superiores.

Em 2015, o Reino Unido foi o quarto principal mercado das exportações portuguesas, com as exportações de bens a atingir os 3.350 milhões de euros, mais 13,8% face a 2014 (mais 3,8% na globalidade dos países), concentrando 6,7% das exportações portuguesas.

O INE refere contudo que "ainda não são conhecidos os moldes em que se poderá concretizar a saída do Reino Unido da União Europeia", na sequência do referendo do passado dia 23 de junho, mas estima que as exportações portuguesas poderão vir a ser afetadas pelo acesso diferenciado do Reino Unido ao Mercado Único Europeu, com o eventual estabelecimento de tarifas alfandegárias nas transações de bens entre o Reino Unido e a UE, a desvalorização da libra face ao euro, o clima de incerteza e a possível contração da economia e do consumo britânico.

Com Lusa

  • Marcelo lembra as consequências da demissão de Vítor Gaspar
    1:06

    Caso CGD

    O Presidente da República reitera que o assunto Caixa Geral de Depósitos está fechado. Em entrevista à TVI, Marcelo Rebelo de Sousa lembrou esta segunda-feira as consequências que a demissão de Vítor Gaspar, ministro das Finanças em 2013, provocou no sistema financeiro para justificar o facto de ter intervindo na polémica com as SMS trocadas entre Mário Centeno e António Domingues.

  • PSD e CDS admitem chamar António Costa à nova Comissão de Inquérito à CGD
    2:37

    Caso CGD

    PSD e CDS admitem chamar o primeiro-ministro à nova Comissão de Inquérito à CGD. Apesar de ser uma hipótese, a SIC sabe que os dois partidos ainda estão a definir o objeto do inquérito e, por isso, afirmam que é prematuro falar sobre eventuais audições. Seja como for, António Costa voltou esta segunda-feira a dizer que o assunto está encerrado.

  • Acha que conhece o seu país?
    27:42
  • Avioneta despenha-se em centro comercial de Melbourne

    Mundo

    Uma avioneta com cinco pessoas a bordo caiu num centro comercial perto do aeroporto de Essendon em Melbourne, capital da Austrália. Segundo a polícia do estado de Vitória tratava-se de um voo charter com destino a King Island, situada entre a parte continental da Austrália e a ilha da Tasmânia.

  • Pelo menos 18 detidos em protestos no Rio de Janeiro

    Mundo

    Pelo menos 18 pessoas foram esta segunda-feira detidas no Rio de Janeiro, Brasil, depois de confrontos com a polícia durante um protesto contra a privatização da empresa pública de saneamento, que serve o terceiro estado mais povoado do país.

  • O momento em que Kim Jong-nam terá sido envenenado
    1:21

    Mundo

    A investigação ao homicídio do meio-irmão do líder da Coreia do Norte no aeroporto da capital da Malásia está a provocar uma crise diplomática entre os dois países. Esta segunda-feira, um canal de televisão japonês divulgou imagens das câmaras de vigilância do aeroporto que alegadamente captam o momento em que Kim Jong-nam terá sido envenenado.

  • O atentado na Suécia inventado por Donald Trump
    2:12
  • Os ensaios para a maior festa do ano
    1:16

    Mundo

    Em contagem decrescente para o Carnaval, no Rio de Janeiro, já começaram os ensaios para a maior festa do ano. A noite de testes na avenida Marquês de Sapucaí conta com desfiles gratuitos.