sicnot

Perfil

Economia

França diz que Portugal "não merece" ser penalizado pela UE

O ministro das Finanças francês, Michel Sapin, disse hoje que Portugal não merece sanções da União Europeia devido às derrapagens orçamentais.

© Philippe Wojazer / Reuters

"Portugal fez esforços monstruosos nestes últimos anos. Não merece disciplina excessiva", afirmou Sapin durante uma conferência de imprensa em Paris, antes de partir para reuniões do Ecofin em Bruxelas.

Segundo o ministro das Finanças, a derrapagem orçamental de Portugal deve-se principalmente ao facto do "Estado ter tido a obrigação de salvar um banco", referindo-se ao Banif, que foi intervencionado em dezembro.

Portugal registou um défice público de 4,4% do produto Interno Bruto (PIB) no ano passado e o objetivo era ficar abaixo de 3%. Em 2016 Portugal deverá de novo respeitar o limite do défice público abaixo de 3%.

A Comissão Europeia abriu a via na quinta-feira um procedimento de sanções inéditas por derrapagem orçamental contra Portugal e Espanha.

Contudo, o executivo europeu deixou para os ministros das Finanças da UE a tomada de decisão de uma sanção, na terça-feira.

Em relação a Espanha, Sapin reconheceu que a situação era difícil, tendo em conta o contexto político do país, que não tem uma maioria clara desde as duas últimas eleições. "A dificuldade é saber com quem devemos debater e quem assume os compromissos", sublinhou o ministro francês.

Em 2015, o défice público espanhol atingiu 5,0% do PIB, bem acima do limite fixado pelo pacto de estabilidade (3% do PIB) e do objetivo de 4,2% que lhe foi fixado pela Comissão Europeia.

Com Lusa

  • Curiosidades sobre o Mundial da Rússia
    3:08
  • Inocência e talento marcaram o 9.º dia de Mundial
    0:56
  • Ronaldo no País dos Sovietes: Algumas curiosidades
    1:54
  • O choro intenso de Neymar explicado pelo próprio
    0:51
  • A queda aparatosa do selecionador do Brasil
    0:05
  • Dia de limpezas em Chaves após violenta tempestade
    2:44
  • Athanasia, uma mulher sem medo das alturas
    0:35

    Mundo

    É grega, chama-se Athanasia Athineau, tem 29 anos e pertence à unidade de forças especiais da Grécia. O salto que podemos ver é de 10 mil pés, mas Athanasia faz também saltos de 30 mil. Neste caso, caíu a uma velocidade de 250 quilómetros por hora antes de abrir o pára-quedas.

  • Talheres de Hitler vendidos por 14 mil euros

    Mundo

    Um conjunto de duas facas, três colheres e três garfos de prata, que pertencia a Adolf Hitler, foi vendido em Dorset, Inglaterra, pelo valor de 12.500 libras (aproximadamente 14.200 euros). O serviço de talheres foi criado no âmbito das celebrações do 50.º aniversário do ditador nazi.

    SIC