sicnot

Perfil

Economia

António Ramalho confirmado como presidente do Novo Banco

António Ramalho será o novo presidente do Conselho de Administração do Novo Banco, anunciou hoje o Banco de Portugal em comunicado.

António Ramalho, atual presidente das Infraestruturas de Portugal e antigo vice-presidente do BCP.

António Ramalho, atual presidente das Infraestruturas de Portugal e antigo vice-presidente do BCP.

SIC/ Arquivo

"O Banco de Portugal nomeou, sob proposta do Fundo de Resolução, na qualidade de único acionista do Novo Banco, S.A., António Manuel Palma Ramalho para o cargo de presidente do Conselho de Administração do Novo Banco", lê-se no comunicado.

A escolha de António Ramalho, atual presidente do Conselho de Administração da Infraestruturas de Portugal (empresa que resultou da fusão da Estradas de Portugal com a Refer), para o Novo Banco - sucedendo a Eduardo Stock da Cunha - já tinha sido noticiada anteriormente pela imprensa.

"A nomeação do Dr. António Ramalho produz efeitos a 1 de agosto do corrente ano. Até lá, o Dr. Eduardo Stock da Cunha permanecerá em funções, permitindo desta forma uma transição que assegura que são prosseguidos os objetivos traçados para o Novo Banco, bem como a execução do plano de reestruturação oportunamente discutido com as autoridades europeias", refere o BdP.

António Ramalho foi presidente do Conselho de Administração da Unicre (2006 a 2010) e membro do Conselho de Administração Executivo do Banco Comercial Português (2010 a 2012).

Já Eduardo Stock da Cunha deixa o Novo Banco, onde estava desde setembro de 2014, para regressar ao britânico Lloyds Banking Group.

O Novo Banco é o banco de transição que resultou da resolução do Banco Espírito Santo (BES), em agosto de 2014, tendo ficado com os ativos e passivos considerados menos problemáticos.

Ainda assim, o banco tem vindo a acumular prejuízos na ordem dos 980,6 milhões de euros, em 2015.

António Ramalho vai assumir a liderança do Novo Banco quando este está em processo de venda, tendo o Banco de Portugal recebido até final de junho quatro propostas de compra, não tendo divulgado os nomes dos interessados.

Com Lusa

  • Encontrado corpo de mariscador desaparecido no Barreiro

    País

    O corpo do homem com cerca de 50 anos apareceu esta manhã junto ao Clube Naval do Barreiro, na mesma zona onde tinha desaparecido na noite deste sábado. A informação já foi confirmada à SIC pela Polícia Marítima, que adiantou que o corpo já foi levado para a morgue. O alerta foi dado por volta das 22:30 de ontem pelos companheiros de nacionalidade chinesa que estavam com a vítima na apanha de bivalves na margem sul do Tejo.

  • IPSS despejada nos Açores
    2:25

    País

    A IPSS Aurora Social, de Ponta Delgada, nos Açores, foi notificada pelo tribunal a abandonar a cozinha onde, há mais de 20 anos, fornece comida a quem mais precisa. A decisão judicial partiu de uma queixa dos moradores e põe em causa os postos de trabalho de 13 funcionárias, a maioria com deficiência. Há dois anos que a Secretaria Regional de Solidariedade Social dos Açores tenta encontrar uma alternativa à cozinha, que tem licença da câmara.

  • Pais revoltados com transporte de crianças do Mogadouro
    4:14

    País

    Os pais dos alunos de algumas aldeias de Mogadouro estão preocupados com a falta de segurança do transporte dos filhos para a escola, na sede de concelho. Os pais contestam o autocarro degradado, que avaria com frequência, e a falta de cintos de segurança em percursos rurais com dezenas de quilómetros.

  • Quer conhecer os cães mais feios do mundo?
    1:15
  • Líder do Daesh abatido durante fuga

    Daesh

    Um líder do Daesh e o assistente foram abatidos pela polícia iraquiana, em Mossul. A notícia é avançada pela agência EFE que esclarece que os dois homens terão sido mortos enquanto fugiam do Oeste para Este da cidade iraquiana através do rio Tigre.