sicnot

Perfil

Economia

Atividade económica diminui em maio e clima económico estabiliza em junho

O indicador de atividade económica diminuiu em abril e maio, depois de ter estabilizado no mês anterior, enquanto o indicador de confiança de clima económico estabilizou em junho, interrompendo a subida desde março deste ano, foi hoje divulgado.

© Rafael Marchante / Reuters

De acordo com a Síntese Económica de Conjuntura divulgada pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), o indicador de atividade económica, disponível até maio, diminuiu de 2,2 pontos em abril, para 2,0 pontos em maio, depois de ter estabilizado em 2,3 pontos em fevereiro, face ao mês anterior.

Já o indicador de clima económico estabilizou em junho, face a maio (nos 1,2 pontos), depois de ter aumentado de 1,0 pontos para 1,1 pontos entre março e abril e de 0,8 pontos para 1,0 pontos entre fevereiro e março.

O indicador quantitativo do consumo privado desacelerou em maio, face a abril (dos 3,3 pontos para 2,2 pontos), refletindo, assim, "o crescimento menos expressivo do consumo corrente", segundo o INE.

No mesmo mês, o indicador de Formação Bruta de Capital Fixo (FBCF) diminuiu devido ao contributo positivo, mas menos acentuado, da componente de material de transporte e ao contributo negativo mais significativo da componente de construção.

Já o índice de produção na indústria desacelerou significativamente em maio, registando uma variação homóloga de 0,4% (1,7% no mês anterior).

No mesmo sentido, o índice de produção da indústria transformadora passou de uma variação homóloga de 0,3% em abril para -2,0% em maio.

Ao nível do comércio externo, as exportações e importações de bens, em termos nominais, apresentaram variações homólogas de -2,3% e -3,6% em maio, respetivamente (-1,7% e -1,0% em abril).

Excetuando combustíveis, as exportações e importações apresentaram variações de 0,8% e de 3,3% em maio (1,2% e 3,5% no mês anterior).

Lusa

  • Militares tentam acabar com guerra entre traficantes na Rocinha, Rio de Janeiro
    3:07

    Mundo

    As últimas horas têm sido de tensão no Rio de Janeiro depois dos tiroteios que começaram desde que uma das principais favelas da cidade foi ocupada por militares na sexta-feira. As forças federais foram acionadas para auxiliarem a polícia, que há vários dias tenta acabar com a guerra entre fações de traficantes de droga.

  • Irão lança míssil de médio alcance
    1:13

    Mundo

    Três dias depois do discurso hostil de Donald Trump nas Nações Unidas, o Irão testou um novo míssil de médio alcance que atingiu uma altura de dois mil quilómetros. Teerão diz que o teste não viola o acordo nuclear.

  • Trump renovou as ameaças à Coreia do Norte
    1:30
  • Guterres apela à Coreia do Norte para cumprir resoluções

    Mundo

    O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, apelou este sábado ao ministro do Exterior da Coreia do Norte, Ri Yong Ho, para o cumprimento das resoluções que o Conselho de Segurança impôs ao país em resposta à sua escalada armada.

  • Atrás das Câmaras em Pedrógão Grande
    3:37
    Atrás das Câmaras

    Atrás das Câmaras

    DIARIAMENTE NA SIC E SIC NOTÍCIAS

    A carrinha do "Atrás das Câmaras" continua pelo país a mostrar aquilo que alguns políticos ignoram. Este sábado a equipa da SIC esteve em Pedrógão Grande, 99 dias após o incêndio que fez 64 mortos e 200 feridos.

  • Morreu Charles Bradley, uma das lendas do soul

    Cultura

    O cantor Charles Bradley morreu este sábado aos 68 anos. O músico norte-americano foi diagnosticado com cancro no ano passado. A notícia da morte foi confirmada na página oficial do cantor no Facebook.