sicnot

Perfil

Economia

Exportação de diamantes em Angola rende 72,6 M€

Angola produziu e vendeu 760.939 quilates de diamantes em todo o mês de junho, num encaixe global de 80,5 milhões de dólares (72,6 milhões de euros), superior em mais de cinco por cento face ao registo de maio.

© Goran Tomasevic / Reuters

Os dados constam de uma informação do Ministério da Geologia e Minas a que a Lusa teve hoje acesso e indicam que as vendas de Angola cifraram-se, em média, nos 105 dólares por quilate, em junho, contra os 102 dólares do mês anterior.

De acordo com a mesma informação, o aumento da produção (2,28% em volume) aconteceu num período em que a produção na mina de Catoca na província da Lunda Sul - a quarta maior do mundo e responsável por seis milhões de quilates anuais, 75% da produção angolana - registou uma quebra de quase 5%. Em simultâneo, no mercado artesanal apenas duas operadoras compraram diamantes.

"Com relação ao valor das vendas, registou-se um aumento motivado pela qualidade dos quilates provenientes dos diferentes projetos, nomeadamente do Lulo, Somiluana, Camutué e Luó".

Angola produziu em junho de 2015 cerca de 748 mil quilates de diamantes, que renderam 92,1 milhões de dólares, a um preço médio de 124 dólares por quilate, registando por isso um aumento de volume de 1,7% e uma quebra de 13,3% na receita, face ao mesmo mês de 2016.

Depois do petróleo, os diamantes são o principal produto de exportação de Angola.

O presidente do conselho de administração da Empresa Nacional de Diamantes de Angola (Endiama), Carlos Sumbula, disse em janeiro passado que os países produtores diamantíferos pretendem reduzir a quantidade de pedras preciosas no mercado para travar a quebra nos preços.

Entre outros projetos, a Endiama já anunciou que a primeira fase de produção da nova mina de diamantes do Luaxe, no interior norte de Angola, "o maior kimberlito" descoberto no país e que poderá duplicar a produção nacional, arranca "nos primeiros meses de 2018".

Juntamente com os restantes parceiros do contrato de investimento mineiro do Luaxe, a Endiama e os russos da Alrosa preveem investir mil milhões de dólares (900 milhões de euros) naquela concessão, que poderá garantir uma produção anual de cerca de dez milhões de quilates.

A mina de Luaxe deverá representar reservas à volta de 350 milhões de quilates e conta com uma previsão de exploração de mais de 30 anos.

Lusa

  • A morte das sondagens foi ligeiramente exagerada

    Opinião

    Um atentado sem efeitos eleitorais, sondagens que acertaram em praticamente tudo, inexistência do chamado eleitorado envergonhado. E um candidato que se situa no centro político com fortíssimas hipóteses de vencer a segunda volta. As presidenciais francesas tiveram uma chuva de acontecimentos anormais, mas acabam por ser um choque de normalidade. Pelo menos até agora...

    Ricardo Costa

  • Fuga de Vale de Judeus em junho de 1975 no Perdidos e Achados
    0:36

    Perdidos e Achados

    Prisão Vale de Judeus, final de tarde de domingo, dia 29 de junho de 1975. O plano da fuga terá sido desenhado por uma vintena de homens. Serrada a presiana metálica era preciso passar, para fora do edifício, as cabeceiras dos beliches onde os presos dormiam. Ao longo de cerca de uma hora 89 detidos, agentes da PIDE/DGS, a Polícia Internacional e de Defesa do Estado português extinta depois da revolução de 1974, fogem do estabelecimento prisional.

    Hoje no Jornal da Noite

  • Pj ainda não fez detenções relacionadas com atropelamento de adepto italiano
    1:52

    Desporto

    As autoridades policiais confirmaram à SIC que o atropelamento que fez este sábado uma vítima mortal, junto ao Estádio da Luz, não terá sido acidental. A Policia Judiciária já saberá quem foi o autor do atropelamento. O homem faria parte do grupo de adeptos do Benfica, que se envolveram em confrontos com adeptos do Sporting.