sicnot

Perfil

Economia

Hollande defende que é injusto aplicar sanções a Portugal

O Presidente francês defendeu hoje que a União Europeia será injusta se aplicar sanções a Portugal, lembrando que o povo português já fez "enormes esforços e sacrifícios".

François Hollande, numa breve declaração aos jornalistas no final de uma reunião de trabalho com o primeiro ministro português, António Costa, salientou que as sanções serão demais e que Portugal "já deu muito à Europa".

"Precisamos de regras comuns mas também precisamos de flexibilidade e Portugal já desenvolveu enormes esforços e sacrifícios", disse Hollande.

Lusa

  • Montenegro nunca será candidato contra Passos
    0:50
  • Dijsselbloem não comenta hipótese de ser substituído por Mário Centeno
    2:41

    Mundo

    Jeroen Dijsselbloem diz que cabe ao Governo português avançar com o nome de Mário Centeno para a presidência do Eurogrupo, mas não comenta a sondagem que foi feita ao ministro das Finanças português. Ouvido esta quinta-feira no Parlamento Europeu, o Presidente do Eurogrupo esteve no centro das críticas e reafirmou que não se demite.