sicnot

Perfil

Economia

Venezuela ameaça representantes da Kimberly-Clark com prisão

O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, ameaçou na segunda-feira pedir a prisão de representantes da Kimberly-Clark, depois de a empresa norte-americana que produz produtos de higiene pessoal ter encerrado a produção no país sul-americano.

© Carlos Jasso / Reuters

Na semana passada, o Governo da Venezuela ordenou a ocupação da fábrica da Kimberly-Clark, dois dias depois de a empresa norte-americana ter anunciado a suspensão "indefinida" das suas operações no país por causa da deterioração das "condições económicas e de negócio".

A Kimberly-Clark suspendeu a atividade quando a Venezuela atravessa a maior crise de escassez de produtos básicos, incluindo papel higiénico, fraldas e produtos de higiene feminina.

Maduro acusou a empresa de falhar no financiamento de benefícios sociais prometidos aos trabalhadores. Cerca de 900 trabalhadores foram demitidos pela empresa.

"Os que devem ir para a cadeia vão para a cadeia, não importa onde estão", disse Maduro, acrescentando que os alertas para as respetivas prisões serão emitidos através da Interpol.

A fábrica da empresa norte-americana na cidade de Maracay foi entregue aos trabalhadores e Maduro insistiu que todas as linhas de produção estão em funcionamento.

Mas um trabalhador na fábrica, falando sob condição de anonimato, disse à AFP que apenas uma das 11 linhas de produção está ativa.

Lusa

  • O papel da religião no quotidiano
    24:57
  • Jane Goodall iniciou palestra com sons semelhantes aos dos chimpanzés
    2:18

    País

    A investigadora Jane Goodall esteve esta quinta-feira em Lisboa para participar numa conferência da National Geographic. A primatóloga começou o seu discurso com sons semelhantes aos dos chimpanzés. Numa entrevista à SIC, Goodall falou sobre os chimpanzés e sobre o trabalho que continua a desenvolver em todo o mundo, em prol do ambiente, dos animais e das pessoas. 

  • NATO vai aumentar luta contra o terrorismo

    Mundo

    O secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, disse que os aliados da NATO concordaram esta quinta-feira em aumentar a luta contra o terrorismo e em "investir mais e melhor" na Aliança.

  • Trump empurra líder do Montenegro para ficar à frente na fotografia

    Mundo

    A reunião de líderes dos Estados-membros da NATO, que decorreu esta quinta-feira em Bruxelas, na Bélgica, ficou marcada por um momento insólito em que o Presidente norte-americano não quis abdicar de ficar no melhor plano possível nas fotografias de grupo. Nem que para isso tenha sido necessário empurar o líder de outro país.

  • O humor de John Kerry nas críticas a Trump
    0:40

    Mundo

    John Kerry criticou as ligações de Donald Trump com a Rússia durante um discurso de abertura, na Universidade de Harvard. O ex-secretário de Estado norte-americano disse, em tom de brincadeira, que se os jovens querem vingar na política, devem primeiro aprender a falar russo.