sicnot

Perfil

Economia

Espanha pede a Bruxelas dois anos extras para baixar défice

O diário espanhol El País noticia hoje que Espanha pediu a Bruxelas dois anos extras para baixar o défice", comprometendo-se a diminuir para 3,0% do PIB o desequilíbrio das finanças públicas em 2018 e não em 2016.

"A incerteza política e o reconhecimento de que a evolução da receita vai pior do que o esperado levarão Luís de Guindos a pedir à UE para alargar em dois anos, até finais de 2018, o prazo para reduzir o défice abaixo dos 3,0%", refere o diário espanhol.

Segundo escreve o correspondente do El País em Bruxelas, "fontes do executivo confirmaram" terça-feira que Guindos, vai viajar hoje para a China "para negociar com Moscovici, esses dois anos adicionais".

Até agora, Luís de Guindos tinha-se mostrado partidário de a Espanha cumprir a regra europeia que prevê um défice público inferior a 3,0% do PIB um ano depois do inicialmente previsto, 2017 e não 2016, apesar de a Comissão Europeia ter oferecido na primavera um ano adicional, 2018.

"Tudo está em aberto", disse terça-feira o comissário europeu de nacionalidade espanhola Miguel Arias Cañete", a uma semana da decisão final sobre o procedimento de infração contra Espanha e Portugal.

A Comissão Europeia teve na terça-feira uma primeira discussão sobre o processo de sanções a Portugal e Espanha, mas ainda sem "quaisquer decisões" sobre multas e a questão da suspensão parcial de fundos só deverá ser apreciada em setembro.

Numa conferência de imprensa para dar conta das decisões tomadas pelo colégio de comissários na sua reunião semanal hoje realizada em Bruxelas, o vice-presidente Maros Sefcovic apontou que, relativamente à "primeira discussão sobre a situação orçamental em Espanha e Portugal", não foi tomada hoje qualquer decisão, devendo a Comissão voltar a discutir as propostas de multas "na próxima semana".

Já quanto ao congelamento parcial de fundos estruturais para 2017, a que a Comissão deve legalmente proceder uma vez desencadeado, a 12 de julho passado, pelo Conselho Ecofin, o processo de sanções aos dois países devido ao défice excessivo, a questão só deverá ser abordada na 'rentrée', já que o Parlamento Europeu solicitou ao executivo comunitário um "diálogo estruturado" sobre esta matéria, anunciou o comissário.

O ministro da Economia espanhol participa no próximo fim de semana numa reunião do G20 (os países mais ricos do mundo) em Chengdu, China, onde estarão presentes outros dirigentes europeus muito influentes no processo de infração em curso contra Espanha e Portugal.


Lusa

  • Sismo de magnitude 4,0 provoca um morto em Nápoles

    Mundo

    Um sismo de magnitude 4,0 na escala de Richter atingiu esta segunda-feira a ilha de Ísquia no golfo de Nápoles, no mar Tirreno, no sul de Itália. De acordo com o jornal La Stampa uma mulher terá morrido e dois feridos estarão em perigo de vida.

  • A easyJet não está a oferecer bilhetes no Facebook. Cuidado, é uma burla

    País

    Se esteve no Facebook nos últimos dias, provavelmente reparou na oferta de dois bilhetes para uma viagem da easyJet, a propósito do 22.º aniversário da companhia aérea britânica. Uma viagem para dois tinha tudo para correr bem, não fosse um esquema de burla, criado para obter os dados pessoais dos utilizadores que partilham a publicação na rede social.

  • Brasileiros procuram Portugal
    3:59

    País

    Viver em Portugal é hoje em dia um grande sonho da classe média brasileira. De acordo com o Ministério dos Negócios Estrangeiros, só em 2016, o número de vistos de residência aumentarem em mais de 30%. A língua, a segurança e a qualidade de vida são as razões apontadas para a mudança. Todos os dias, no consulado português no Rio de Janeiro, para a obtenção de vistos.

  • Big Ben em silêncio durante quatro anos
    2:15

    Mundo

    Esta segunda-feira ficou marcada pelas últimas badaladas dos famosos sinos do Big Ben, em Londres, no Reino Unido. A torre, na qual está instalada o relógio mais famoso do mundo, vai entrar em obras e os sinos só vão voltar a tocar em 2021.

  • Garrafa lançada ao mar em Rhodes recebe resposta de Gaza
    1:43

    Mundo

    A história parece de filme, mas aconteceu numa praia de Gaza. Um casal britânico lançou uma garrafa com uma mensagem ao mar, em julho, na ilha grega de Rhodes. A garrafa foi encontrada por um pescador numa praia de Gaza, que aproveitou para enviar a resposta, na qual falou sobre as restrições impostas por Israel.