sicnot

Perfil

Economia

Mercadona já recebeu 5.000 candidaturas para 120 lugares em Portugal

© Sergio Perez / Reuters

O grupo de distribuição alimentar espanhol Mercadona já recebeu 5.000 candidaturas para o processo de contratação em Portugal de 120 quadros diretivos intermédios que irão apoiar o projeto de expansão nesse país, onde espera abrir quatro supermercados em 2019.

A empresa informou hoje que os futuros 120 responsáveis irão frequentar durante 18 meses um programa de formação, prevendo gastar 50.000 euros por trabalhador.

Durante esse processo, os novos trabalhadores irão receber uma formação específica no "Modelo de Qualidade Total" de Mercadona, competências diretivas e de liderança, e terão uma imersão nos diversos departamentos da empresa.

A empresa está à procura de licenciados nas universidades portuguesas com pós-graduação ou mestrado em Economia, Administração de Empresas, Direito, Arquitetura e Engenharia.

A Mercadona anunciou em junho que vai abrir quatro supermercados em Portugal em 2019, os quais serão as primeiras unidades fora de Espanha.

O investimento está avaliado em 25 milhões de euros e vai permitir criar cerca de 200 postos de trabalho, nesta primeira fase de expansão internacional do grupo espanhol.

A empresa presidida por Juan Roig optou por Portugal por ser "um mercado próximo de Espanha, de proximidade logística e que se enquadra no crescimento orgânico e natural da empresa".

A Mercadona é uma empresa de capital familiar que foi fundada em 1977 pelo grupo Cárnicas Roig.

Em 1981, Juan Roig assumiu a direção da empresa, que iniciou a sua atividade como empresa independente.

Atualmente, Juan Roig e a mulher, Hortensia Herrero, são os acionistas maioritários da empresa, detendo mais de 80% do seu capital.

A Mercadona faturou 20.831 milhões de euros em 2015, tem 1.587 supermercados em Espanha e emprega 76.000 trabalhadores com contrato permanente.

Lusa

  • O perfil do novo herói do surf português
    3:43
  • "Temos de melhorar o sistema de prevenção e combate dos incêndios"
    18:07

    País

    O ministro da Agricultura, Luís Capoulas Santos, foi convidado da Edição da Noite da SIC Notícias, desta quinta-feira. Em análise esteve o chumbo do PCP na criação de um banco nacional de terras, a reforma da floresta em Portugal, as falhas no sistema de comunicação do SIRESP, a lei da rolha nos bombeiros, a seca no país e ainda a pesca da sardinha, que poderá vir a ser proibida durante 15 anos. 

    Entrevista SIC Notícias

  • CGTP acusa PT de ilegalidades no dia da greve
    0:46

    Economia

    A CGTP pede a intervenção do Governo na PT. Esta quinta-feira, na SIC Notícias, Arménio Carlos acusou a empresa de estar a cometer mais uma ilegalidade, ao ter requisitado trabalhadores para cumprir serviços mínimos uma semana antes do permitido por lei.

  • Altice responde a António Costa
    1:33

    Economia

    A Altice respondeu ao Governo, na sequência das críticas de António Costa, lamentando que Portugal não reconheça a importância dos investimentos que o grupo faz no país. A dona da PT inaugurou esta quinta-feira um novo call center em Vieira do Minho e, na sexta-feira, está marcada uma greve geral dos trabalhadores da PT.

  • Protesto dos enfermeiros é "ilegal"
    2:37
  • O que resta do navio de salvamento mais famoso de Portugal?
    15:26

    Aqui há História

    Os baixios da barra do Tejo já foram cemitério de centenas de embarcações. Uma delas foi o Patrão Lopes, o navio de salvamento que saía para o mar quando todos fugiam das tempestades. Foram cinco dias em agonia até naufragar no Bugio, num caso que acabou na barra do tribunal. 80 anos depois, a SIC mergulhou no Patrão Lopes porque "Aqui Há História".

  • Sismo de magnitude 6.9 na Turquia

    Mundo

    Um forte sismo com magnitude 6.9 na escala de Richter fez-se sentir esta quinta-feira a sul da cidade turca de Bodrum. A informação foi avançada pela agência norte-americana de Geologia.