sicnot

Perfil

Economia

Christine Lagarde será julgada em França pelo caso Tapie

Um tribunal francês decidiu hoje que Christine Lagarde, diretora-geral do Fundo Monetário Internacional (FMI), será julgada pelo seu papel no caso que envolveu o Crédit Lyonnais e o empresário Bernard Tapie, quando era ministra da Economia em França.

Em dezembro, um outro tribunal francês já tinha decidido que Lagarde deveria responder na justiça, mas a diretora-geral do FMI recorreu e agora o tribunal de recurso validou a anterior decisão judicial.

A justiça quer saber se houve negligência numa arbitragem que em 2008 decidiu a favor de Bernard Tapie numa disputa que envolvia também o banco público Crédit Lyonnais, acabando por ser atribuída ao empresário uma compensação de 404 milhões de euros.

A antiga ministra será julgada pelo Tribunal de Justiça da República, a instância habilitada a julgar os delitos cometidos por membros do governo no exercício das suas funções.

O FMI já afirmou que mantém a "confiança" em Lagarde, depois de ter sido anunciada a decisão da justiça.

O Conselho de Administração do FMI, que representa os 189 Estados-membros, "continua a manifestar a sua confiança na capacidade da diretora-geral de desempenhar eficazmente as suas funções", declarou o porta-voz da instituição, Gerry Rice, em comunicado.

Lusa

  • Manuel Valls diz que Trump fez declaração de guerra à Europa

    Mundo

    O antigo primeiro-ministro francês Manuel Valls, aspirante a candidato socialista às presidenciais deste ano, considerou esta segunda-feira como uma "declaração de guerra" as afirmações do futuro Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sobre a União Europeia.

  • Morreu o último homem que pisou a Lua

    Mundo

    O astronauta norte-americano Eugene Cernan, o último homem a pisar a Lua, morreu esta segunda-feira aos 82 anos, informou a agência espacial norte-americana, NASA.

  • Novo motim em prisão brasileira do Rio Grande do Norte

    Mundo

    Um motim ocorreu esta segunda-feira de madrugada numa prisão do estado brasileiro de Rio Grande do Norte, sem fazer feridos ou mortos, depois de uma rebelião numa outra prisão do mesmo estado ter feito 26 mortos no fim de semana.

  • Cheias e derrocadas destroem várias casas no Peru
    0:42

    Mundo

    Um deslizamento de terras seguido de uma inundação destruiu várias casas no Peru. As imagens mostram o momento em que o deslizamento acontece e o caos que se gerou. O trânsito ficou cortado e as inundações que se seguiram obrigaram várias pessoas a abandonar as suas habitações.