sicnot

Perfil

Economia

Última empresa que ainda faz gravadores VHS anuncia fim da produção

O fabricante japonês de eletrónica Funai decidiu parar a produção de aparelhos e cassetes de vídeo VHS, deixando de ser a única empresa do mundo que fabricava estes dispositivos, segundo adiantou hoje o diário nipónico Nikkei.

A Funai Electronics comercializava aparelhos gravadores e reprodutores de videocassetes desde 1983, com a sua própria marca, mas também para outras empresas como a Sharp, Toshiba, Denon ou Sanyo.

Esta empresa era a única no mundo que continuava a fabricar estes aparelhos para um formato audiovisual considerado obsoleto, depois da generalização dos discos óticos e de outros sistemas digitais.

Outros gigantes nipónicos do setor, como a Panasonic, já tinham deixado de fabricar este aparelho há anos.

A Funai vai cancelar a produção de aparelhos VHS no final deste mês devido à falta de componentes materiais necessários à comecrialização, apesar de no Japão existir ainda alguma oferta.

A empresa, com sede em Osaka (oeste do país), chegou a vender cerca de 15 milhões de vídeo gravadores anuais durante a época de maior popularidade do formato VHS - entre meados dos anos 1980 e 1990 -, mas em 2015 a comercialização caiu para 750 mil.

A decisão da Funai vai causar a extinção comercial do VHS e chega depois de, em novembro do ano passado, o grupo Sony ter deixado de comercializar os vídeos Betamax, outro estandarte do vídeo analógico.

O formato VHS (sigla em inglês de Vídeo Home System) foi lançado em 1976 pela também empresa nipónica JVC, tornando-se no principal formato vídeo para uso doméstico e rivalizando com a Betamax durante quase duas décadas.

Lusa

  • Passos explica porque se irritou com Costa
    0:42

    Economia

    Depois das imagens em que surgiu visivelmente irritado com António Costa, no último debate quinzenal, Passos Coelho veio agora explicar porquê. Na discussão com o primeiro-ministro, o líder do PSD não gostou que Costa tivesse insinuado que a fuga de 10 mil milhões de euros para offshores tenha ocorrido por inação do Governo anterior.

  • Ferro Rodrigues desvaloriza críticas do CDS
    3:24

    Caso CGD

    Marcelo Rebelo de Sousa fez questão de receber em público Ferro Rodrigues antes de um almoço com o presidente da Assembleia da República. O Presidente também recebeu a representante do CDS-PP, Assunção Cristas, que foi apresentar queixa de Ferro Rodrigues e da maioria de esqueda em relação à comissão de inquérito da Caixa Geral de Depósitos. Ferro Rodrigues desvalorizou as críticas.

  • Luaty Beirão agredido em manifestação em Luanda
    1:27

    Mundo

    Luanda tem sido palco de várias manifestações contra a forma como está a decorrer o processo eleitoral em Angola. Esta sexta-feira, uma dessas manifestações acabou em confrontos com as autoridades. Entre os manifestantes estava o ativista Luaty Beirão.

  • Regime de Pyongyang nega envolvimento na morte de Kim Jong-nam 
    1:53

    Mundo

    A polícia da Malásia diz que o irmão do líder da Coreia do Norte foi morto com uma arma química. Os investigadores encontraram vestígios de gás VX no corpo de Kim Jong-nam, um gás letal proibido pelas convenções internacionais. O Governo da Coreia do Sul pediu esta sexta-feira ao regime de Pyongyang que admita que está por detrás da morte de Kim Jong-nam mas o mesmo já veio negar o envolvimento no assassinato.