sicnot

Perfil

Economia

"Não há a mínima lógica em sanções"

Tiago Petinga

O Presidente das República, Marcelo Rebelo de Sousa, considerou hoje não fazer sentido pensar em sanções da União Europeia a Portugal, afirmando que "não há a mínima lógica em sanções".

"Penso que temos que esperar ainda pelas decisões que vêm. Quanto mais penso na matéria, mais considero que não há a mínima lógica em sanções", afirmou Marcelo de Sousa em Celorico de Basto, distrito de Braga, naquela que é a primeira visita ao concelho após ser eleito Presidente da República, exatamente no dia em que cumpre seis meses sobre a eleição.

Marcelo justificou não haver lógica nas sanções porque, "ou é contra o Governo de Passos Coelho, por causa de 0,2% muito discutíveis, quando há diferenças muito maiores, houve no passado e há no presente, noutras economias que nunca foram punidas, ou é contra o Governo de António Costa, por causa da gestão do orçamento deste ano", mas que só fim do mesmo se saberão os resultados.

Contudo, o chefe de Estado sublinhou que "os resultados até junho mostram que não há uma derrapagem orçamental".

Se [uma sanção] não faz sentido ser em relação ao passado e não faz sentido ser em relação ao presente, então qual é o sentido das sanções? Mas vamos esperar", sustentou.

Este tema será abordado, "naturalmente", na segunda-feira pelo Presidente com os partidos políticos, disse.

Questionado se a questão de Portugal ser eventualmente punido pela União Europeia faz aumentar a crispação política, Marcelo disse encontrar "na sociedade portuguesa um clima geral em que a crispação desapareceu".

Mas há, "como é habitual em todos os meses de julho, não sei se por cansaço, se é porque está a acabar o trabalho do parlamento, se é porque há ali um espécie de acerto de contas a fazer em relação ao passado preparando o futuro (...) uma certa subida de temperatura nos atores políticos".

"A minha experiência mostra que há no mês de julho uma subida de temperatura nos atores políticos, no que se dizem, no que se chamam, naquilo que pensam ou não pensam mas dizem que pensam sobre o país, isso tem que ser levado à conta da época e não se confunde com estado de espírito do povo", concluiu.

Marcelo, que foi presidente da Assembleia Municipal de Celorico de Basto e foi ali que anunciou a sua candidatura à Presidência da República, iniciou esta deslocação à vila com uma visita a um hotel inaugurado na semana passada. O Presidente da República assistirá ainda esta tarde ao cortejo etnográfico, que se realiza no âmbito das festas do concelho, em honra de São Tiago.

Lusa

  • "Desisto com muita dificuldade, só abandono a liderança se houver rebelião"
    2:39

    País

    Eleito com menos de 40% dos votos, Fernando Negrão desvaloriza as críticas de alguns deputados que consideram que a nova liderança parlamentar do PSD não está legitimada. Em entrevista à SIC Notícias, disse esta quinta-feira que não há problema se houver deputados a sair porque podem sempre ser substituídos.

  • Os 36 golos dos 16 avos da Liga Europa

    Liga Europa

    A jornada europeia ficou marcada, no panorama das equipas portuguesas, pelo apuramento do Sporting e pela eliminação do Sporting de Braga. Os leões passam assim a ser o único clube luso em prova na Liga Europa. Nos oitavos de final, o emblema de Alvalade pode encontrar adversários como o Arsenal, o Atlético de Madrid ou o AC Milan. O sorteio realiza-se esta sexta-feira, ao meio-dia. Aqui, veja ou reveja todos os golos da segunda mão dos 16 avos de final da Liga Europa.

  • Arqueólogos anunciam descoberta de selo com assinatura do profeta Isaías

    Mundo

    Arqueólogos israelitas afirmam ter descoberto a marca de um selo num pedaço de argila que exibe o que consideram ser a assinatura do profeta bíblico Isaías, a quem se atribui a autoria de um livro do Antigo Testamento e de vários excertos do Novo Testamento. O achado arqueológico agora divulgado poderá ser a primeira prova da existência do profeta Isaías até agora encontrada. A descoberta aconteceu em Jerusalém, próximo do local onde foi encontrada um outro selo com a impressão da assinatura do rei Ezequias de Judá.

  • Não dá mais, Brasil!
    18:00
  • Escolas da Portela e Moscavide degradadas e com amianto
    3:00