sicnot

Perfil

Economia

Yahoo anuncia acordo com a Verizon

(Reuters/ Arquivo)

© Denis Balibouse / Reuters

O grupo norte-americano Yahoo anunciou hoje que chegou a acordo com o gigante de telecomunicações Verizon para a venda das suas atividades de internet por 4,8 mil milhões de dólares (4,4 mil milhões de euros).

Estas atividades incluem serviços como Yahoo News ou Yahoo Mail.

O presidente da Verizon, Lowell McAdam, indicou em comunicado que as atividades da Yahoo serão integradas na mesma divisão que as da AOL, que adquiriu no ano passado, para criar "um grupo internacional de 'media' de primeira linha e ajudar a acelerar as receitas em publicidade 'online'".

A Yahoo atravessa uma longa crise há vários anos, que levou a uma forte desvalorização do seu valor de mercado, que chegou a superar os 125 mil milhões de dólares (114 mil milhões de euros).

Recentemente apresentou um prejuízo de 537 milhões de dólares (489 milhões de euros) no primeiro semestre, montante que compara com o lucro de 2,9 milhões de dólares (2,6 milhões de euros) obtido em igual período do ano passado.

"O grupo Yahoo mudou o mundo e vai continuar a fazê-lo através da sua união com a Verizon e a AOL", indicou a diretora-geral da Yahoo, Marissa Mayer, em comunicado.

Mayer deverá deixar o grupo quando o negócio estiver concluído, em 2017, avançou no domingo o jornal The New York Times.

Lusa

  • Atacantes usaram "tática defendida pelos extremistas do Daesh"
    1:43

    Ataque em Barcelona

    O ex-presidente do Observatório de Segurança, Criminalidade Organizada e Terrorismo esteve em direto, para a SIC Notícias, onde falou sobre o ataque desta quinta-feira nas Ramblas, em Barcelona. José Manuel Anes falou na tática defendida na revista dos extremistas do Daesh e que foi usada neste ataque: a utilização de viaturas "de preferência as mais pesadas para matar o maior número de pessoas".