sicnot

Perfil

Economia

Supervisor dos Seguros dá luz verde à OPA do CaixaBank sobre o BPI

© Albert Gea / Reuters

A Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões (ASF) deu luz verde à Oferta Pública de Aquisição (OPA) do CaixaBank sobre o BPI, indica o regulador na sua página na internet.

De acordo com a deliberação da reunião do regulador dos seguros, no passado dia 21 de julho, o conselho de administração decidiu "não se opor à aquisição indireta pelo CaixaBank das ações representativas da totalidade do capital social e dos direitos de voto da BPI Vida e Pensões - Companhia de Seguros, S.A., de ações representativas de 50% do capital social e dos direitos de voto da COSEC - Companhia de Seguro de Créditos, S.A., e de ações representativas de 35% do capital social e dos direitos de voto da Companhia de Seguros Allianz Portugal, S.A".

No passado dia 18 de abril, o CaixaBank obteve a luz verde da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) para lançar uma OPA sobre as ações do BPI que ainda não controla, oferecendo um preço de 1,113 euros por ação no anúncio preliminar da operação.

Esta oferta do banco catalão, que detém 44,1% do Banco BPI, está condicionada à eliminação do atual limite dos seus direitos de voto, e ocorreu a pouco menos de um ano passado sobre o fim da última oferta feita pelo banco para adquirir no mercado as ações do BPI que ainda não controla.

Esta foi a reação do CaixaBank ao falhanço das negociações com a Santoro Finance, controlada pela empresária Isabel dos Santos, para resolver o problema da elevada exposição do banco português a Angola.

No ano passado, o CaixaBank lançou uma OPA sobre o BPI, que acabou falhada por não ter sido conseguida a desblindagem dos direitos de voto, condição considerada essencial para a operação avançar.

Então, foi oferecido 1,329 euros por cada ação, o que valorizava o banco português em perto de 1,9 mil milhões de euros.

Já na OPA voluntária anunciada a 18 de abril, o banco catalão ofereceu 1,113 euros, avaliando o BPI em 1,6 mil milhões de euros.

Na terça-feira, em conferência de imprensa de apresentação de resultados, o presidente executivo do BPI, Fernando Ulrich, considerou o Caixabank um "parceiro fundamental", que ficou no banco nos bons e maus momentos.

O banco BPI registou um resultado líquido de 105,9 milhões de euros entre janeiro e junho, uma subida homóloga de 39,1% face ao lucro apurado em igual período do ano passado, revelou a instituição.

Lusa

  • Cinco mil trabalhadores da PT manifestaram-se em Lisboa
    3:55

    Economia

    Perto de cinco mil trabalhadores da PT manifestaram-se esta sexta-feira, em Lisboa. Os números são avançados pelos sindicatos. Os trabalhadores contestam a transferência de funcionários para empresas parceiras da Altice e outras empresas do grupo, sem as mesmas garantias e direitos. A Altice garante que as transferências são legais mas alguns funcionários já levaram o caso a tribunal.

  • Uma viagem aérea pela Lagoa Negra
    1:02
  • Videovigilância regista impacto de sismo na Grécia

    Mundo

    Um sismo de magnitude 6.7 atingiu na quinta-feira o mar Egeu e causou pelo menos dois mortos e mais de 200 feridos. O momento e o impacto causado pelo abalo foram registados através de uma câmara de videovigilância de um café, na ilha grega de Kos, um dos locais mais afetados.

  • A sátira a Sean Spicer no Saturday Night Live
    1:36

    Mundo

    O estilo de Sean Spicer foi controverso desde o início. A relação conflituosa do ex-assessor da Casa Branca com os jornalistas foi muitas vezes satirizada na comunicação social. Um exemplo é um momento do Saturday Night Live, protagonizado pela atriz Meliissa McCarthy.

  • Músico indiano toca guitarra durante cirurgia ao cérebro

    Mundo

    Abhishek Prasad foi submetido a uma cirurgia ao cérebro esta quinta-feira, num hospital na cidade indiana de Bangalore, após anos e anos a sofrer de dolorosos espasmos nas mãos. O insólito do caso foi que o músico indiano teve de tocar guitarra para ajudar os médicos durante a intervenção cirúrgica.