sicnot

Perfil

Economia

Carlos Costa realça que CGD é o "pilar" da estabilidade financeira

O governador do Banco de Portugal (BdP), Carlos Costa, salientou que a sua principal missão é garantir a estabilidade do sistema financeiro português e considerou que a Caixa Geral de Depósitos (CGD) é o pilar desse objetivo.

"A nossa missão é preservar a estabilidade financeira e a CGD é o pilar dessa estabilidade", lançou o líder do BdP durante a sua audição na comissão parlamentar de inquérito ao banco estatal.

Carlos Costa deixou uma mensagem de confiança ao assinalar que "a CGD está adequadamente capitalizada" ainda que seja natural que necessite de mais capital "para fazer face a novos desafios regulatórios e a uma reestruturação".

Segundo o responsável, o plano de capitalização da CGD que está a ser negociado com Bruxelas deve ser visto como uma "mensagem de potenciação para o futuro" do banco público.

De resto, o governador sublinhou que a CGD é o maior grupo do sistema bancário nacional com quotas de 21% no crédito e de 28% nos depósitos, apontando para a sua "importância sistémica que é ímpar".

E realçou: "Estes valores devem ser conservados. Este pilar de confiança e estabilidade funcionou plenamente nos últimos seis anos e foi muito importante durante os desenvolvimentos da crise soberana e bancária à escala europeia".

Carlos Costa destacou também que "a CGD sempre cumpriu os requisitos prudenciais sem ter recorrido a novos aumentos de capital, isto, apesar do impacto negativo das taxas de juro baixas" e do ambiente económico desfavorável que levou à quebra da procura de crédito e à subida do incumprimento no crédito por parte das empresas e das famílias.

"Importa sublinhá-lo para fazer justiça a quem liderou o banco nos últimos anos", vincou, em referência à equipa de gestão liderada por José de Matos que está de saída da instituição.

O governador assinalou que a recuperação da rentabilidade é "o grande desafio que se coloca ao sistema bancário europeu e português" neste período.

"O reforço da rendibilidade é fundamental para os bancos para gerarem capital internamente e para atraírem novos investidores", frisou, acrescentando que o setor tem ainda que se adaptar ao "progresso tecnológico" e à "alteração do consumo de serviços financeiros".

Segundo Carlos Costa, "os bancos terão que efetuar investimentos significativos a nível tecnológico", ao mesmo tempo que têm que se preparar para as cada vez "maiores exigências de capital" requeridas pelos supervisores.

Lusa

  • Alegadas luvas a José Sócrates investigadas
    1:45

    Operação Marquês

    O Ministério Público fez novas buscas no âmbito da Operação Marquês, que investiga José Sócrates. O processo sobre as alegadas luvas a Sócrates está focado nos negócios relacionados com a PT. Desta vez, os alvos foram a Caixa Geral de Depositos e o Banco Haitong, antigo BESI.

  • Mais de um milhão de crianças em risco de morrer à fome
    1:23

    Mundo

    Cerca de 1.4 milhões de crianças estão em risco iminente de morrer à fome. Deste modo, a UNICEF faz um apelo urgente de cerca de 230 milhões de euros para levar nos próximos meses comida, água e serviços médicos a estas crianças. As imagens desta reportagem podem impressionar os espectadores mais sensíveis.

  • Vídeo amador mostra destruição na Síria
    1:04

    Mundo

    A guerra na Síria continua a fazer vítimas mortais. Um vídeo amador divulgado esta segunda-feira mostra o estado de uma localidade a este de Damasco, depois de um ataque aéreo no fim-de-semana. No ataque, 16 pessoas morreram e há várias dezenas de feridos.

  • Partidos querem eleições a 1 de outubro
    1:35
  • Identificadas 10 mil vítimas de violência em 2016
    1:32
  • Homem que esfaqueou mulher em Esmoriz é acusado de homicídio qualificado
    1:24

    País

    O homem que no sábado esfaqueou a mulher em Esmoriz está acusado de homicídio qualificado. O arguido de 50 anos foi ouvido esta segunda-feira pelo juiz de instrução e ficou em prisão preventiva, uma medida fundamentada pelo perigo de fuga e de alarme. O homem remeteu-se ao silêncio durante o interrogatório, no Tribunal de Aveiro.

  • Homem condenado a oito anos e meio por abuso sexual da mãe
    1:10

    País

    O Tribunal de Coimbra condenou esta segunda-feira um homem de 53 anos a oito anos e meio de prisão por abuso sexual da mãe e ainda por crimes de roubo e coação. A mãe, de 70 anos, sofria de problemas nervosos e consumia bebidas alcoólicas com frequência, tendo sido vítima de abuso sexual por parte do filho enquanto dormia. Os crimes cometidos remetem para o início de 2016, depois do homem já ter cumprido outras penas de prisão em Espanha.

  • Jovem de 21 anos morre colhida por comboio na linha da Beira Baixa
    0:43

    País

    Uma jovem de 21 anos morreu esta segunda-feira ao ser atropelada pelo comboio Intercidades à saída da estação de Castelo Branco, na linha da Beira Baixa. A vítima foi colhida pelo comboio que seguia no sentido Lisboa-Covilhã ao atravessar a linha de caminho de ferro. Este é um local onde não existe passagem de nível, mas habitualmente muitas pessoas arriscam fazer a travessia da linha.

  • Banco do Metro com pénis gera polémica no México

    Mundo

    Um banco em formato de homem com o pénis exposto, numa das carruagens de Metro da Cidade do México, está a gerar polémica. A iniciativa integra uma campanha contra o assédio sexual de que as mulheres são vítima no país.