sicnot

Perfil

Economia

Santander Totta espera integrar Banif até ao final do ano

​O Santander Totta espera concluir até final do ano a integração de ativos e passivos do Banif, que adquiriu em dezembro passado no âmbito da resolução do banco, divulgou o presidente da instituição.

"Ainda não temos a integração operativa, que pensamos fazer até fim do ano, mas já temos toda a integração comercial de produtos que damos aos clientes", disse António Vieira Monteiro, na conferência de imprensa em que o banco apresentou lucros de 196,2 milhões de euros no primeiro semestre, mais 89,5% do que no mesmo período do ano passado.

Já questionado sobre o contributo do Banif para o resultado líquido, o presidente do Santander Totta afirmou não ser possível fazer a desagregação dos dados: "A integração contabilística está feita, não consigo separar o que vem de um lado e do outro".

No entanto, os ativos e passivos que vieram do Banif ainda não estão integrados completamente na operação do Santander Totta e está também a ser feita a fusão de agências, tendo já sido agregadas 26 agências até junho e o processo continua nos próximos meses.

"Até ao fim do primeiro trimestre de 2017 deveremos ter este processo pronto", explicitou.

O responsável falou também do Banif Bahamas, onde foram encontradas operações problemáticas, com Vieira Monteiro a referir que a liquidação daquela unidade poderá custar ao banco alguns milhões de euros.

Sobre a proposta comercial que o Santander Totta fez aos detentores de obrigações subordinadas do Banif, que ficaram no 'banco mau', o responsável não adiantou como está a correr a adesão, referindo apenas que "tem havido algum interesse".

A 20 de dezembro do ano passado, o Governo e o Banco de Portugal anunciaram a resolução do Banif com a venda da atividade bancária ao Santander Totta por 150 milhões de euros e a criação da sociedade-veículo Oitante para a qual foram transferidos os ativos que o Totta não quis comprar.

Lusa

  • Sismo de magnitude 4,0 provoca um morto em Nápoles

    Mundo

    Um sismo de magnitude 4,0 na escala de Richter atingiu esta segunda-feira a ilha de Ísquia no golfo de Nápoles, no mar Tirreno, no sul de Itália. De acordo com o jornal La Stampa uma mulher terá morrido e dois feridos estarão em perigo de vida.

  • A easyJet não está a oferecer bilhetes no Facebook. Cuidado, é uma burla

    País

    Se esteve no Facebook nos últimos dias, provavelmente reparou na oferta de dois bilhetes para uma viagem da easyJet, a propósito do 22.º aniversário da companhia aérea britânica. Uma viagem para dois tinha tudo para correr bem, não fosse um esquema de burla, criado para obter os dados pessoais dos utilizadores que partilham a publicação na rede social.

  • Brasileiros procuram Portugal
    3:59

    País

    Viver em Portugal é hoje em dia um grande sonho da classe média brasileira. De acordo com o Ministério dos Negócios Estrangeiros, só em 2016, o número de vistos de residência aumentarem em mais de 30%. A língua, a segurança e a qualidade de vida são as razões apontadas para a mudança. Todos os dias, no consulado português no Rio de Janeiro, para a obtenção de vistos.

  • Big Ben em silêncio durante quatro anos
    2:15

    Mundo

    Esta segunda-feira ficou marcada pelas últimas badaladas dos famosos sinos do Big Ben, em Londres, no Reino Unido. A torre, na qual está instalada o relógio mais famoso do mundo, vai entrar em obras e os sinos só vão voltar a tocar em 2021.

  • Garrafa lançada ao mar em Rhodes recebe resposta de Gaza
    1:43

    Mundo

    A história parece de filme, mas aconteceu numa praia de Gaza. Um casal britânico lançou uma garrafa com uma mensagem ao mar, em julho, na ilha grega de Rhodes. A garrafa foi encontrada por um pescador numa praia de Gaza, que aproveitou para enviar a resposta, na qual falou sobre as restrições impostas por Israel.