sicnot

Perfil

Economia

Exportações de mobiliário e colchoaria crescem 15% até maio

As exportações de mobiliário e colchoaria aumentaram 15% entre janeiro e maio por comparação ao mesmo período de 2015, referiu a associação do setor, com o mercado francês a alcançar a posição de maior destino.

Em comunicado, a Associação Portuguesa das Indústrias de Mobiliário e Afins (APIMA), a partir de dados do Instituto Nacional de Estatística (INE), disse que o valor das exportações entre janeiro e maio foi de 724 milhões de euros.

"A posição de França no 'ranking' dos principais destinos comerciais do setor é seguida de perto pela Espanha, que cresceu 27% em termos homólogos, para um volume de vendas na ordem dos 210 milhões de euros, correspondentes a uma quota de mercado de 29%", escreveu a APIMA.

Em terceiro lugar nos mercados de destino encontra-se a Alemanha, "apesar do decréscimo homólogo de 13%", com uma quota de exportações de 6%, o que representou um volume de vendas de 46 milhões de euros.

Assim, os três países -- França, Espanha e Alemanha -- representam dois terços do total das exportações do setor.

"Importa salientar que as importações do setor registaram um crescimento de 18% face a igual período homólogo, fixando-se nos 320 milhões de euros, valor que assegura a continuação de um saldo superavitário da balança comercial do setor, que registou a importância de 403 milhões de euros", acrescentou a APIMA.

A associação recordou ainda que "com o propósito de conferir uma identidade à campanha de promoção internacional do setor, já apoiou 105 empresas, que marcaram presença num conjunto de 26 ações promocionais realizadas em oito mercados estratégicos (Espanha, Singapura, Itália, França, EUA, Reino Unido, Rússia e Alemanha), onde dispuseram de 264 espaços de exposição em feiras e montras internacionais".

Lusa

  • BE diz que é urgente preparar o país para a saída do euro
    1:10

    País

    Catarina Martins diz que é urgente preparar o país para o cenário de saída do euro. No final da reunião da mesa nacional do Bloco de Esquerda, a coordenadora do partido criticou o encontro de líderes europeus em Roma e disse ainda que a Europa da convergência chegou ao fim.

  • "Mais UE não significa mais Europa"
    0:50

    País

    O secretário-geral do PCP insiste nas críticas à União Europeia. Um dia depois da comemoração dos 60 anos do Tratado de Roma, Jerónimo de Sousa defendeu, no Seixal, que o modelo europeu está esgotado e prejudica vários países, incluindo Portugal.

  • Aplicação WhatsApp acusada de permitir conversas secretas entre terroristas
    1:45
  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".