sicnot

Perfil

Economia

Exportações de mobiliário e colchoaria crescem 15% até maio

As exportações de mobiliário e colchoaria aumentaram 15% entre janeiro e maio por comparação ao mesmo período de 2015, referiu a associação do setor, com o mercado francês a alcançar a posição de maior destino.

Em comunicado, a Associação Portuguesa das Indústrias de Mobiliário e Afins (APIMA), a partir de dados do Instituto Nacional de Estatística (INE), disse que o valor das exportações entre janeiro e maio foi de 724 milhões de euros.

"A posição de França no 'ranking' dos principais destinos comerciais do setor é seguida de perto pela Espanha, que cresceu 27% em termos homólogos, para um volume de vendas na ordem dos 210 milhões de euros, correspondentes a uma quota de mercado de 29%", escreveu a APIMA.

Em terceiro lugar nos mercados de destino encontra-se a Alemanha, "apesar do decréscimo homólogo de 13%", com uma quota de exportações de 6%, o que representou um volume de vendas de 46 milhões de euros.

Assim, os três países -- França, Espanha e Alemanha -- representam dois terços do total das exportações do setor.

"Importa salientar que as importações do setor registaram um crescimento de 18% face a igual período homólogo, fixando-se nos 320 milhões de euros, valor que assegura a continuação de um saldo superavitário da balança comercial do setor, que registou a importância de 403 milhões de euros", acrescentou a APIMA.

A associação recordou ainda que "com o propósito de conferir uma identidade à campanha de promoção internacional do setor, já apoiou 105 empresas, que marcaram presença num conjunto de 26 ações promocionais realizadas em oito mercados estratégicos (Espanha, Singapura, Itália, França, EUA, Reino Unido, Rússia e Alemanha), onde dispuseram de 264 espaços de exposição em feiras e montras internacionais".

Lusa

  • Advogados de Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático
    2:13

    Operação Marquês

    Os advogados de José Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático e garantem que o antigo primeiro-ministro nunca favoreceu Ricardo Salgado ou o Grupo Espirito Santo. Segundo o Expresso, o presidente da Escom, Helder Bataglia, terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, alegadamente para o amigo José Sócrates.

  • Marcelo diz que é hora de valorizar o poder local
    0:40

    País

    O Presidente da República diz que este é o momento para valorizar o poder local. Sobre a descida da Taxa Social Única, Marcelo Rebelo de Sousa recusou comentar e negou que haja crispação politica entre Governo e oposição.

  • Marine Le Pen diz que Brexit terá efeito dominó na UE
    0:39

    Brexit

    Marine Le Pen diz que o Brexit vai ter um efeito dominó na União Europeia. Durante um congresso da extrema-direita, a líder da Frente Nacional francesa afirmou que a Europa vai despertar este ano em que estão marcadas eleições em vários países, como a Alemanha e a Holanda.