sicnot

Perfil

Economia

Lucro da Sonae Capital atingiu 9,8 ME no 1.º semestre

A Sonae Capital registou lucros de 9,8 milhões de euros no primeiro semestre quando no mesmo período do ano passado tinha ficado nos 860 mil euros, com "progressos positivos na maioria dos negócios", anunciou hoje o grupo.

Em comunicado publicado no sítio da Comissão do Mercado de Valores Imobiliários (CMVM), a empresa avança que, nos primeiros seis meses do ano, o volume de negócios consolidado cresceu 2,1%, atingindo 80,4 milhões de euros.

A área de negócio com maior volume de negócios é a refrigeração e AVAC, com 28,7 milhões de euros, o que representa uma subida de 20,8% na comparação com o primeiro semestre de 2015, seguida da energia, com 21,5 milhões, com uma quebra de 24,8%, justificada com a diminuição do número de instalações de cogeração em operação.

Também o negócio dos resorts caiu 19,1% no primeiro semestre, ficando nos 11 milhões de euros, e na mensagem da presidente executiva, Cláudia Azevedo, é explicado que "continuou-se a assistir a uma menor concretização de escrituras de venda no Troia Resort, fruto do abrandamento da dinâmica do mercado de 'golden visa' já anteriormente comunicado".

No entanto, "já se faz notar a recuperação do mercado nacional que, esperamos, se venha a acentuar com o lançamento do novo produto 'fractional'", acrescentou.

A Sonae Capital salienta o comportamento da área de 'fitness', com uma subida de 15,4%, baseada no "consistente crescimento do número de sócios ativos e nos maiores níveis de mensalidade média", e de hotelaria, com um acréscimo de 12,4%, para 6,4 milhões de euros, devido ao melhor desempenho das operações atuais e ao novo negócio, o hotel The House Ribeira, no Porto, inaugurado no segundo trimestre.

O EBITDA (lucro antes de juros, impostos, apreciações e amortizações) consolidado ascendeu a 5,6 milhões de euros, 55,3% menos que os 12,6 milhões do primeiro semestre do ano passado.

A dívida líquida consolidada registou um aumento de 6,9 milhões de euros (ou 4,6%) face ao final de 2015, para 156,1 milhões de euros.

Lusa

  • Portugal a tremer de frio
    3:07

    País

    Portugal continua a registar temperaturas negativas, sobretudo no Norte do país. Em Trás-os-Montes, por exemplo, marcaram mínimas de 11 graus abaixo de zero e os termómetros desceram tanto que congelaram rios, canalizações de água e até aquecimentos de escolas. Mas nem tudo é mau pois os produtores falam em boa época para curar fumeiro.

  • Michelle Obama partilhou momento de despedida da Casa Branca
    1:43
  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Podem as plantas ver, ouvir e até reagir?

    Mundo

    Um professor de Ciências Vegetais da Universidade de Missouri, nos Estados Unidos, passou quatro décadas a investigar as relações entre vegetais e insetos. Na visão de Jack Schultz, as plantas são "como animais muito lentos", que conseguem ver, ouvir, cheirar e até têm comportamentos próprios.

  • Zoo da Indonésia acusado de querer matar ursos à fome

    Mundo

    Um grupo de ativistas da Indonésia acusa o Jardim Zoológico de Bandung de estar a matar à fome os seus animais, incluindo os ursos-do-sol, para ser fechado. Um vídeo recentemente publicado mostra os ursos, que aparecem muito magros e a implorar por comida.