sicnot

Perfil

Economia

Testes de stress revelam solidez na maioria dos bancos europeus

​Os testes de stress divulgados pela Autoridade Bancária Europeia (EBA) indicam que a maioria dos bancos europeus mantem um nível saudável da qualidade do seu rácio de capital (CET1) num cenário hipotético adverso para os próximos três anos.

De acordo com a EBA, o conjunto do setor obtém um rácio de 9,4% em 2018, enquanto apenas um banco, o italiano Monte dei Paschi di Siena, está abaixo do mínimo regulatório.

Os dois maiores bancos alemães, o Deutsche Bank e o Commerzbank, que suscitaram dúvidas nos últimos meses, obtiveram um rácio de 7,8% e 7,42%, respetivamente, longe do mínimo necessário, embora abaixo da média, segundo a EBA.

A Autoridade Bancária Europeia publicou hoje os resultados dos testes de 'stress' a 51 bancos.

A amostra de 51 bancos de 15 países da União Europeia, dos quais 37 da zona euro, que a EBA testou, em articulação com o Banco Central Europeu (BCE), não inclui este ano bancos portugueses, ao contrário do que aconteceu em 2014, estando as atenções centradas nas fragilidades que podem apresentar os bancos italianos, mas também alemães.

No entanto, os quatro bancos portugueses supervisionados diretamente pelo Banco Central Europeu (BCE) - Caixa Geral de Depósitos, BCP, BPI e Novo Banco - também têm sido submetidos a exercícios de resistência no âmbito do Banco Central Europeu (BCE), sendo que para já apenas o BCP anunciou os seus dados, com a instituição liderada por Nuno Amado a anunciar que o banco, perante uma degradação económica e financeira, ficou com um rácio de 7%, acima do valor de referência de 5,5%.

Entretanto, e momentos antes de a EBA publicar os resultados dos testes de 'stress', o banco italiano Monte dei Paschi di Siena aprovou um aumento de capital no montante de 5 mil milhões de euros e a venda de uma parte significativa do crédito malparado, segundo a agência de informação financeira Bloomberg.

A EBA conclui que os 37 bancos supervisionados pelo BCE entraram no teste de esforço com um rácio médio de fundos próprios principais de nível 1 (FPP1) de 13%, o que constitui uma melhoria face ao rácio de 11,2% no teste de esforço a nível da União Europeia de 2014.

No cenário adverso, a erosão média dos fundos próprios foi de 3,9 pontos percentuais, sendo 2,6 pontos percentuais mais elevada do que no teste de esforço de 2014, refere a EBA.

Devido a um nível de fundos próprios mais elevado e de outras melhorias desde 2014, o rácio médio final de FPP1 no cenário adverso foi ainda assim superior, situando-se em 9,1%, o que compara com 8,6% em 2014, acrescenta.

À exceção de um (banco italiano), todos os bancos apresentam níveis de FPP1 muito acima do valor de referência de 5,5%, utilizado em 2014 no cenário adverso hipotético.

Lusa

  • "Só tive tempo de avisar o meu sogro e o meu marido e disse: corram!"
    2:17
  • Drone inglês evita execução do Daesh na Síria
    2:08

    Mundo

    A Força Aérea britânica divulgou esta terça-feira um vídeo que mostra um drone a parar uma execução pública que estaria prestes a acontecer às mãos do Daesh, na Síria. As imagens, apesar de cortadas pelo Ministério da Defesa do Reino Unido, mostram várias pessoas na rua, uma explosão e, depois, a fuga.

  • "Atrás das Câmaras" em Fátima
    2:48
  • Como fazer negócios no mercado dos leilões
    7:15
  • PS quer reconquistar poder em Vila Viçosa
    2:06

    Autárquicas 2017

    Ana Catarina Mendes insistiu na ideia de que o PSD escolheu um modo perigoso de fazer campanha, ao insistir nas críticas à lei da imigração. Ana Catarina Mendes, secretária-geral adjunta do PS, esteve esta quarta-feira em campanha no distrito de Évora.

  • Troca de argumentos entre Medina e Cristas marca campanha em Lisboa
    2:34

    Autárquicas 2017

    Esta quarta-feira o dia de campanha em Lisboa ficou marcado por uma troca de argumentos entre Fernando Medina e Assunção Cristas. O atual presidente da Câmara acusa a candidata do CDS de não respeitar os lisboetas por admitir que pode não exercer o cargo de vereadora até ao fim do mandato. Já Assunção Cristas garante que se for eleita cumpre o mandato até ao fim.

  • "Não toleramos ameaças de ninguém"
    2:13
  • Número de tartarugas marinhas está a aumentar

    Mundo

    O número de tartarugas marinhas está a crescer, levando investigadores a considerar que os esforços para salvar estes animais são uma "história de sucesso da conservação global", indica um estudo divulgado esta quarta-feira.

  • Tubarões vivem mais tempo do que se pensava

    Mundo

    Uma revisão de dados sobre avaliação da idade dos tubarões revela que muitas espécies têm maior longevidade do que se pensava, o que poderá obrigar a uma revisão dos planos de conservação das mais ameaçadas.

  • Como mudar um templo com 135 anos e 2 mil toneladas... de lugar

    Mundo

    Um templo budista do século XIX é um dos mais populares em Xangai, na China. Visitado diariamente por milhares de pessoas, precisava de ser relocalizado para evitar que uma tragédia acontecesse. E mesmo pesando cerca de duas mil toneladas, a missão acabou por se provar possível.

  • Casal morre com horas de diferença depois de 75 anos de casamento

    Mundo

    George e Jean Spear morreram no passado dia 15 de setembro, no hospital de Queensway Carleton, em Ottawa (Canadá), depois de terem celebrado 75 anos de casamento em agosto. A britânica de 94 anos conheceu o candaniano em 1941, num salão de bailes, em Londres. George Spear servia as Forças Armadas durante a Segunda Guerra Mundial.

    SIC