sicnot

Perfil

Economia

Associação de Hotelaria e Restauração saúda descontos em autoestradas

A Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) aplaudiu a decisão do Governo de reduzir 15% as portagens de cinco autoestradas, a qual entrou esta segunda-feira em vigor.

Lusa

O desconto é atribuído a todos os veículos que circulem em algumas autoestradas do interior do país e do Algarve, a maioria ex-Scut (vias sem custos para o utilizador).

Para a associação, esta é uma medida "da maior relevância", por considerar que a rede rodoviária portuguesa é um dos pontos mais fortes da oferta turística, ao proporcionar "rapidez, segurança e conforto de acesso a qualquer parcela do território".

"Fazemos votos para que, a curto prazo, a economia portuguesa possa suportar ainda maiores esforços orçamentais", salienta o diretor-geral da AHRESP, José Manuel Esteves, citado na nota.

A medida, que consta de uma portaria governamental publicada no dia 20, abrange as autoestradas A23 (Torres Novas -- Guarda), A22 (Lagos - Vila Real de Santo António) e A24, entre Viseu e a fronteira de Vila Verde de Raia, no município de Chaves.

Os descontos estendem-se à autoestrada A4, denominada Transmontana, entre Amarante e Quintanilha (Bragança), mas deixa de fora o troço daquela via entre Matosinhos (Porto) e Amarante.

Ainda na A4, no Túnel do Marão, recentemente inaugurado, o preço praticado já abrange os 15% de desconto, anunciou o Governo.

É também abrangida a A25 entre Albergaria-a-Velha e Vilar Formoso, mas não no troço inicial, que liga Aveiro a Albergaria-a-Velha.

  • Traço contínuo às curvas
    2:42
  • Quando se pode circular pela esquerda? A GNR explica (e fiscaliza)
    5:46

    Edição da Manhã

    A regra aplica-se a autoestradas e outras vias com esse perfil mas dentro das localidades há exceções. A Guarda Nacional Republicana está a promover em todo o território nacional várias ações de sensibilização e fiscalização no sentido de prevenir e reprimir a circulação de veículos pela via do meio ou da esquerda quando não exista tráfego nas vias da direita. O major Paulo Gomes, da GNR, esteve na Edição da Manhã. 

  • Cristas calcula défice de 3,7% sem "cortes cegos" das cativações
    0:45

    Economia

    Assunção Cristas diz que o défice de 2,1% só foi conseguido porque o Governo fez cortes cegos na despesa pública. Esta manhã, depois de visitar uma unidade de cuidados continuados em Sintra, a presidente do CDS-PP afirmou que, pelas contas do partido, sem cativações, o défice estaria nos 3,7%.

  • Reservas de viagens na Páscoa e no verão aumentaram
    1:19

    Economia

    As reservas de viagens no período da Páscoa e do verão aumentaram este ano, tanto para o estrangeiro como para dentro de Portugal. O Algarve, a Madeira e os Açores continuam a ser os destinos de eleição. Os portugueses estão também a marcar férias com mais antecedência, uma das receitas para conseguir melhores preços.

  • Escada rolante inverte sentido e varre dezenas de pessoas
    1:15
  • Sol influencia alterações climáticas na Terra

    Mundo

    As flutuações da atividade solar têm um efeito sobre o clima da Terra, concluiu um estudo de investigadores suíços, que conseguiu, pela primeira vez, estimar a influência do Sol no aquecimento do planeta.