sicnot

Perfil

Economia

Associação de Hotelaria e Restauração saúda descontos em autoestradas

A Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) aplaudiu a decisão do Governo de reduzir 15% as portagens de cinco autoestradas, a qual entrou esta segunda-feira em vigor.

Lusa

O desconto é atribuído a todos os veículos que circulem em algumas autoestradas do interior do país e do Algarve, a maioria ex-Scut (vias sem custos para o utilizador).

Para a associação, esta é uma medida "da maior relevância", por considerar que a rede rodoviária portuguesa é um dos pontos mais fortes da oferta turística, ao proporcionar "rapidez, segurança e conforto de acesso a qualquer parcela do território".

"Fazemos votos para que, a curto prazo, a economia portuguesa possa suportar ainda maiores esforços orçamentais", salienta o diretor-geral da AHRESP, José Manuel Esteves, citado na nota.

A medida, que consta de uma portaria governamental publicada no dia 20, abrange as autoestradas A23 (Torres Novas -- Guarda), A22 (Lagos - Vila Real de Santo António) e A24, entre Viseu e a fronteira de Vila Verde de Raia, no município de Chaves.

Os descontos estendem-se à autoestrada A4, denominada Transmontana, entre Amarante e Quintanilha (Bragança), mas deixa de fora o troço daquela via entre Matosinhos (Porto) e Amarante.

Ainda na A4, no Túnel do Marão, recentemente inaugurado, o preço praticado já abrange os 15% de desconto, anunciou o Governo.

É também abrangida a A25 entre Albergaria-a-Velha e Vilar Formoso, mas não no troço inicial, que liga Aveiro a Albergaria-a-Velha.

  • Deputados pedem medidas urgentes para travar exploração de urânio junto à fronteira
    3:06

    País

    Um projeto de exploração de urânio no município de Retortilho em Salamanca, a cerca de 40 quilómetros da fronteira portuguesa, está a causar preocupação nos dois países. Portugueses e espanhóis temem o risco de contaminação por via aérea e fluvial. Deputados portugueses visitaram o local, onde pediram medidas firmas e urgentes ao Governo para travar o projeto. As autoridades de Espanha não acionaram o mecanismo de avaliação ambiental partilhada.

  • Mulher enterrada viva no Brasil
    1:13

    Mundo

    Uma mulher de 37 anos terá sido enterrada viva no oeste da Bahia, no Brasil. A certidão de óbito aponta um choque séptico como a causa da morte, mas os ferimentos com que foi encontrada no interior do caixão indicam um possível erro. Os moradores de casas vizinhas do cemitério municipal onde Rosângela dos Santos foi enterrada ouviram gritos vindos do túmulo.

  • "Os Estados Unidos são uma sociedade de pistoleiros"
    3:47
  • Trump desafia Oprah a candidatar-se para ser derrotada

    Mundo

    Apesar de Oprah Winfrey ter excluído uma eventual candidatura às eleições presidenciais dos Estados Unidos da América, Donald Trump ainda não se esqueceu dos rumores e desafiou a apresentadora a candidatar-se em 2020. Através do Twitter, o Presidente norte-americano disse ainda que assim poderia ser "exposta e derrotada como todos os outros".

    SIC