sicnot

Perfil

Economia

Lucros da Lufthansa caem 55% no 1º semestre

​Os lucros da Lufthansa caíram 55% no primeiro semestre deste ano para 429 milhões de euros, face a igual período do ano passado, devido à contabilização de resultados extraordinários, divulgou hoje a companhia aérea alemã.

No ano passado, a companhia contabilizou nos resultados do primeiro trimestre um efeito extraordinário de 500 milhões de euros de dívida convertível, refere em comunicado.

Nos primeiros seis meses deste ano, o resultado operacional aumentou 11,9% para 518 milhões de euros, em relação ao primeiro semestre de 2015, salienta.

As receitas cresceram 2,1% no primeiro semestre deste ano, para cerca de 15 milhões de euros, face a idêntico período do ano anterior, devido à subida dos preços de transporte dos passageiros e da carga e ao aumento do número de passageiros.

O presidente da Lufthansa, Carsten Spohr, considerou que "o grupo teve um resultado sólido no primeiro semestre", tendo progredido bem na aplicação da sua estratégia de mudança.

Lusa

  • Incêndios causaram 76 feridos no espaço de uma semana
    0:34

    País

    No espaço de uma semana, 76 pessoas ficaram feridas, incluindo seis com gravidade, durante os incêndios florestais. Na conferência de imprensa desta tarde, a Proteção Civil explicou que há cinco planos municipais de emergência ativos por causa das chamas.

  • Marine devolve bandeira do Japão 73 anos depois 
    2:13

    Mundo

    Setenta e três anos depois da batalha mais sangrenta do Pacífico, um veterano dos Estados Unidos cumpriu uma promessa pessoal. Marvin Strombo devolveu à família a bandeira da sorte de um soldado japonês, morto em 1944, em Saipan, na II Guerra Mundial. 

  • Autoridades usam elefantes para resgatar pessoas das cheias na Ásia
    1:31

    Mundo

    Mais de 215 pessoas morreram nas inundações que estão a devastar o centro da Ásia, e estima-se que três milhões tiveram de abandonar as casas. As autoridades estão a usar elefantes para resgatar locais e turistas das zonas mais afetadas e avisam que há dezenas de pessoas desaparecidas.